24 janeiro 2023 10:01
24 janeiro 2023 10:01

Trump e advogada são multados em quase US$ 1 mi por ação contra Hillary Clinton

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Um juiz federal dos Estados Unidos multou o ex-presidente Donald Trump e sua advogada em quase US$ 1 milhão, na quinta-feira (19), por um processo “frívolo”, no qual alegaram que Hillary Clinton tentou fraudar a eleição de 2016.

O juiz John Middlebrooks observou que Trump, que pretende se candidatar à presidência em 2024, mostrou um “padrão contínuo de mau uso dos tribunais” e abriu o processo “para promover, de maneira desonesta, uma narrativa política“.

Rejeitada por Middlebrooks no ano passado, a ação afirmava que Hillary, derrotada por Trump na eleição de 2016, e outros criaram um narrativa falsa de que a campanha do ex-presidente republicano havia conspirado com a Rússia.

Trump pediu US$ 70 milhões em danos

Mas o processo “nunca deveria ter sido aberto”, declarou o juiz, em sua decisão de 45 páginas.

Sua deficiência como uma reivindicação legal era evidente desde o início. Nenhum advogado razoável deveria tê-la apresentado“, acrescentou o juiz.

A decisão também pune a advogada de Trump neste caso, Alina Habba. Ambos terão de pagar o valor imposto por Middlebrooks para cobrir os custos legais dos acusados: US$ 937.989,39.

O juiz escreveu que Trump é “um litigante prolífico e sofisticado que usa os tribunais, repetidamente, para se vingar de seus adversários políticos“.

Ele é o autor intelectual do abuso estratégico do processo judicial e não pode ser visto como um litigante que segue, às cegas, o conselho de um advogado. Sabia muito bem o impacto de suas ações“, acrescentou Middlebrooks.

Fonte: Agence France-Presse

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS