31 janeiro 2023 11:49
31 janeiro 2023 11:49

Suspeito de roubar e matar fazendeiro no Acre é absolvido

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Mais de quatro anos depois, o latrocínio do fazendeiro Alessandro Pacheco continua sem elucidação. O único acusado que foi preso pelo crime, Wanderlei Pereira Ferreira, foi absolvido por falta de provas.
A decisão foi do Juiz da Vara de Delitos de Roubo e Extorsão da Comarca de Rio Branco Gustavo Sirena.

Para o magistrado a materialidade do crime contra o patrimônio encontra-se provada.
Mas em relação à autoria, não ficou provada na denúncia do Ministério Público do Acre.
O juiz disse ainda, que exigem-se provas satisfatórias acerca da comprovação da autoria para uma condenação.

O fazendeiro Alessandro Bicioni Pacheco foi assassinado em 13 de setembro de 2018. O crime aconteceu no Ramal do Mutum.
Consta na denúncia, que Alessadro foi rendido quando o desceu da caminhonete para abrir a porteira da fazenda. A vítima foi atingida com um tiro e esfaqueado. O fazendeiro chegou a ser socorrido pela esposa, mas não resistiu.

A absolvição do acusado foi reforçada também pelo não reconhecimento de uma das vítimas, que disse que achou o réu apenas parecido.
A prova apresentada pela Polícia Civil foi uma munição de revolver 38, da mesma utilizada para matar o fazendeiro.
A justiça chegou a decretar a quebra do sigilo telefônico do réu, mas nada de prova da participação do então acusado, foi produzida.

Agora uma nova investigação deve ser realizada pela Polícia Civil.

Fonte: O Seringal

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS