2 fevereiro 2023 3:02
2 fevereiro 2023 3:02

Serra do Divisor pode se tornar Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco

Patrimônio da Humanidade é um legado de lugares e monumentos de grandes riquezas naturais e culturais que pertencem a toda a humanidade

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Conhecida nacional e mundialmente, a Serra do Divisor, riqueza natural da Região Norte, está na lista dos sete candidatos ao título de Patrimônio Natural da Humanidade, ao lado de outras seis grandes riquezas e belezas de outros estados: Serra da Capivara (PI), Parque de Itatiaia (RJ), Raso da Catarina (BA), cavernas de Peruaçu (MG) e banhados do Taim (RS).

A lista foi elaborada pela ONG World Heritage Watch (WHW), criada há 10 anos na Alemanha, e apoia as autoridades que validam quais os locais de conservação serão eleitos. A indicação é feita pelo país que a abriga e, posteriormente, sancionada pela Unesco.

Rio Moa, cheio de curvas, cachoeira e corredeiras, abraça a Serra do Divisor. Foto: Pedro Devani/Secom

A expectativa é que nos próximos 15 anos, as setes localidades conquistem o título. No Brasil, já foram titulados o Pantanal (MT/MS), Amazônia Central (AM), Costa do Descobrimento (BA/ES), complexo Ilhas Atlânticas (Fernando de Noronha e Atol das Rocas), Parque Nacional do Iguaçu (PR), Vale do Ribeira (PR/SP) e complexo Chapada dos Veadeiros/Parque das Emas (GO).

Os critérios da Unesco não se limitam à qualidade da preservação, o que mais conta na tomada de decisão é a demonstração de que uma área candidata é diferente e única, seja do ponto de vista de biodiversidade, da paisagem ou dos elementos geológicos.

Buraco Central foi cavado há mais de seis décadas em busca de Petróleo, mas a riqueza descoberta no local foi uma água cristalina. Local acabou virando ponto turístico. Foto: Pedro Devani/Secom

Patrimônio da Humanidade é um legado de lugares e monumentos de grandes riquezas naturais e culturais que pertencem a toda a humanidade.

Maior biodiversidade da Amazônia

O Parque Nacional da Serra do Divisor é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral da natureza localizada no estado do Acre, na fronteira com o Peru, com território distribuído pelos municípios de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Rodrigues Alves.

A administração do parque está atualmente a cargo do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), uma autarquia vinculada ao Ministério do Meio Ambiente.

Nome científico: 'Ameerega trivittata'Nome comum: rã-venenosa
Nome científico: ‘Ameerega trivittata’. Nome comum: rã-venenosa/Foto: Miguel Monteiro

É considerado o local de maior biodiversidade da Amazônia. Várias espécies endêmicas vegetais e animais são encontradas devido, em parte, à sua proximidade com o ecossistema andino, numa região de transição das terras baixas da Amazônia e as montanhas dos Andes. Possui uma área de 843.000 hectares, sendo o quarto maior parque nacional brasileiro. Várias populações indígenas habitam o parque, tanto que já está sendo demarcada a futura reserva indígena rio Moa, além de seringueiros que já residem lá há algumas gerações.

A recompensa é uma bela vista de todo o Parque Nacional da Serra do Divisor. Foto: Pedro Devani/Secom

Estrada Pucallpa

Depois que a notícia viralizou na internet, alguns internautas não deixaram de apontar a posição da deputada federal Mara Rocha, em apoiar a construção da estrada Pucallpa, ligando o estado do Acre ao Peru.

“E olhem só, parlamentares daqui do Acre querem destruir a Serra do Divisor, passando uma estrada até o Peru, que obviamente teria suas margens invadidas por grileiros de terra”, disse um dos internautas.

Em fevereiro de 2022, foi noticiada a construção da estrada que liga o Acre ao Peru, obra com pouco menos de 150 quilômetros. No entanto, o MPF na época afirmou que a projeção da obra é o maior desastre socioambiental das últimas décadas.

Com informações ContilNet

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS