2 fevereiro 2023 1:37
2 fevereiro 2023 1:37

Rio Branco possui a segunda menor tarifa de ônibus entre as capitais brasileiras

Em 2021, o prefeito Tião Bocalom tomou a decisão de reduzir a tarifa de R$ 4, à época, para R$ 3,50. Os estudantes seguem pagando R$ 1, sendo concedido um subsídio de R$ 0,75 sobre cada passagem adquirida.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Uma pesquisa do jornal Valor Econômico aponta que Rio Branco (AC) é a segunda capital com menor valor da tarifa de ônibus do país. Com a passagem custando R$ 3,50, a capital acreana fica abaixo de Maceió (AL), que ocupa o primeiro lugar no ranking, com uma tarifa de R$ 3,35.

Em 2021, o prefeito Tião Bocalom tomou a decisão de reduzir a tarifa de R$ 4, à época, para R$ 3,50. Os estudantes seguem pagando R$ 1, sendo concedido um subsídio de R$ 0,75 sobre cada passagem adquirida.

Já as tarifas mais caras, de R$ 6, são de Porto Velho (RO) e Florianópolis (SC). Na primeira, o valor cai para R$ 4,50 para quem tem cartão de transporte local. Na capital catarinense, no mesmo modelo, o valor vai para R$ 4,98. As outras capitais com tarifa mais cara são Brasília e Curitiba, ambas por R$ 5,50. Na cidade paranaense, porém, o preço cai no cartão para R$ 4,75.

A pesquisa inclui 103 municípios e levou em conta os seguintes critérios: o valor da passagem em dinheiro (e não cartão-transporte), somente os trechos em zona urbana e a tarifa cheia, descartando eventuais gratuidades para grupos específicos. Também foi descartado o valor cobrado para vale-transporte. Os critérios buscam uniformizar o levantamento e fazem diferença.

Com informações do Valor Econômico

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS