2 fevereiro 2023 10:57
2 fevereiro 2023 10:57

PF libera idosos e gestantes investigados por atos golpistas

De acordo com a Ordem dos Advogados de Brasília, idosos, gestantes e pessoas com comorbidades, além de crianças, foram liberados da Academia Policial

Por Correio Braziliense

- Publicidade -

Mais de 1 mil bolsonaristas foram levados para a Academia da Polícia Federal na manhã de segunda-feira (9/1), após deixarem o Quartel-General localizado no Setor Militar Urbano. De acordo com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF), a Polícia Federal realizou “esforços” para liberar idosos, pessoas com comorbidades, gestantes e crianças.

O delegado-chefe da Polícia Federal, Rodrigo Teixeira, também disse que pais, mães e responsáveis com crianças foram priorizados. Até o momento, mais de 300 pessoas foram soltas com transporte assegurado até a rodoviária, havendo ônibus à disposição dos mesmos, segundo o delegado.

Representantes da OAB conversaram com as equipes de atendimento médico, Bombeiros e Samu, e foram informados de que não houve nenhum caso de maior gravidade e poucos registros de aumento de pressão arterial.

Investigação

A diretoria da Comissão de Direitos Humanos e uma comissão formada pela secretária-geral adjunta da ordem Roberta Queiroz, o Diretor de Prerrogativas, Newton Rubens, e os conselheiros seccionais Gabriela Marcondes, Thiago Braga, Ricardo Cardoso e Anderson Costa constataram que os manifestantes estão acampados em um ginásio e no jardim da Academia.

Além disso, a equipe confirmou que há um posto médico instalado, várias ambulâncias disponíveis e uma sala restrita para atendimento de advogados com os clientes.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS