1 fevereiro 2023 2:26
1 fevereiro 2023 2:26

Pedra preciosa descoberta pela NASA em Marte pode ser encontrada no Piauí

A pedra preciosa só é encontrada em qualidade nobre na Austrália e na cidade de Pedro II, 206 km ao Norte de Teresina no Piauí.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A Nasa, agência espacial norte-americana, aponta que um antigo leito de lago seco em Marte pode estar repleto de pedras preciosa de opala. O estudo com a descoberta foi publicado em 19 de dezembro.

De acordo com a Nasa, as pedras de opala foram encontradas na Cratera Gale, no planeta Marte. O local é explorado pelo rover Curiosity desde 2012. As opalas descobertas estão em rachaduras na superfície marciana e são um forte indício de que as rochas ricas em sílica interagem com a água há menos tempo do que se pensava anteriormente.

Na Terra, a pedra preciosa só é encontrada em qualidade nobre na Austrália e na cidade de Pedro II, 206 km ao Norte de Teresina no Piauí, onde, segundo pesquisadores, apenas 10% da opala foi explorada. O Piauí tem a maior jazida brasileira de pedras que produzem lampejos das sete cores do arco-íris.

A descoberta representa uma vantagem em futuras investidas humanas no planeta. Isso porque a pedra preciosa é composta em parte por H₂O e pode, caso moída e submetida ao calor, liberar sua água.

Segundo o portal G1, os historiadores apontam que foi em 1969 que a primeira opala foi encontrada em Pedro II, por um homem que estava colhendo mandioca quando avistou o pedregulho luminoso. O agricultor levou o achado para Teresina e teve a confirmação de que se tratava de uma pedra preciosa.

Ainda de acordo com historiadores, após a descoberta as pedras passaram a ser extraídas, de dentro de uma serra, por garimpeiros que olham atentamente para a terra em busca do colorido característico da opala. Atualmente, existem cerca de 10 minas em atividade no município, que já movimentaram milhões de reais na economia local.

No entanto, a extração só é feita no período de seca, porque as chuvas dificultam o garimpo e, mesmo assim, apesar da abundância do mineraloide na região, ele não é facilmente encontrado. Existe relato de garimpeiros que já passaram um ano sem encontrar a pedra.

Yahoo!

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS