31 janeiro 2023 11:44
31 janeiro 2023 11:44

Novo bloqueio frustra saída de brasileiros do Peru e Sejusp cogita resgate

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Um bloqueio que se formou nas primeiras horas desta quinta-feira, 12, frustrou o plano da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp), de resgatar 27 brasileiros, entre crianças, idosos, homens e mulheres que tinham como certa a saída do Peru, na noite desta quarta, 11. O país é atingido por uma crise política que já causou a morte de mais de 40 pessoas em conflitos de manifestantes com forças de segurança, desde dezembro último.

Esta condição elevou o risco de ataques contra 27 turistas brasileiros que estão retidos em Puerto Maldonado, fazendo a Polícia Nacional do Peru abortar a transferência que seria feita em comboio para o Brasil, na zero hora desta quinta-feira.

O maior impedimento está formado no trecho da rodovia Interoceânica que liga a cidade de Puerto Maldonado a Iñapary, já na fronteira com a cidade brasileira de Assis Brasil. De Maldonado a Assis Brasil são 3 horas de carro.

Explica o secretário-adjunto da Sejusp, coronel Evandro Bezerra, que o bloqueio é próximo ao povoado de Ibéria, entre Purto Maldonado e Iñapary.

“Por isso, por enquanto, a saída dos brasileiros via terrestre está inviabilizada. Mas estamos verificando a possibilidade de uma remoção aérea, caso a crise se acentue”, pontuou Bezerra em entrevista coletiva de imprensa no final da manhã desta quinta.

O secretário-ajunto informou que, por solicitação do governador Gladson Cameli, o secretário de Justiça e Segurança Pública, coronel José Américo Gaia, vem adotando uma série de procedimentos junto ao governo peruano e ao governo federal para resguardar a integridade física dos brasileiros, que eram 25 até a noite de quarta-feira, mas aumentou em mais dois indivíduos nesta quinta.

Entre as medidas de Américo Gaia está o repasse ao Ministério da Justiça e ao Ministério das Relações Exteriores em Brasília, sobre a situação em que se encontram os turistas, com possibilidade de requisitar uma aeronave Hércules C-130, da Força Aérea Brasileira, para resgatá-los. Desse modo, os carros, que estão protegidos dentro do estacionamento do hotel, seriam recuperados posterirormente.

“Também enviamos uma equipe do Gefron – o Grupo Especial de Operações em Fronteira – e há uma equipe da Força Nacional em Assis Brasil. Mas é importante ressaltar que a Sejusp e a Polícia Nacional do Peru estão mantendo contato diuturnamente e nos comunicamos também com os brasileiros, que estão acomodados em hotel. Lá, eles têm a cobertura da Polícia Nacional do Peru”, finaliza o secretário-adjunto, Evandro Bezerra.

O Alto Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS