1 fevereiro 2023 3:01
1 fevereiro 2023 3:01

MPF investigará Unimed Rio Branco após clientes reclamarem de má prestação de serviços

MPF-AC instaurou um procedimento para pedir explicações à prestadora do serviço e tentar ajudar os beneficiários. Unimed disse que não foi notificada e orientou os clientes a entrarem em contato com as equipes.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Após diversas reclamações de clientes sobre a falta de acesso aos serviços da Unimed Rio Branco, o Ministério Público Federal (MPF-AC) instaurou um procedimento para apurar possíveis irregularidades na prestação de serviço na capital.

Segundo a publicação do MPF-AC, pacientes têm relatado dificuldades para fazer agendamentos de consultas e exames, falta de especialistas em algumas áreas, atrasos e burocracias para autorizarem exames e procedimentos, entre outros problemas.

Em nota, a Unimed Rio Branco disse que não foi notificada pelo MPF-AC e garante que “segue cumprindo as obrigações junto aos beneficiários através das Resoluções Normativas (RN) da ANS”.

Aos beneficiários, a prestadora orienta que, em caso de dificuldade de acessar algum serviço, entre em contato diretamente, tanto presencialmente quanto pelos números: 0800 772 0045 ou (68) 2106-4510.

Com a instauração do procedimento, o MPF-AC quer verificar se a prestadora está cumprindo com as normas da Agência Nacional de Saúde (ANS). Essas normas regulamentam a “prestação de serviços das operadoras que atuam dentro da saúde suplementar, como o atendimento à lista de consultas, exames e tratamentos (rol de procedimentos e eventos em saúde), bem como o cumprimento dos prazos máximos para esses atendimentos.”

O órgão federal vai fazer um levantamento com as informações prestadas pela empresas e analisar que medidas devem ser tomadas para tentar ajudar os beneficiários e sanar os problemas relatados.

Com informações G1 Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS