4 fevereiro 2023 4:54
4 fevereiro 2023 4:54

Morto perto da Gameleira, ‘Curandeiro Indião’ já atirou em policial e caiu em córrego

Ele respondia por roubo qualificado e levou quatro tiros em uma vala na BR-060

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Everton Silva dos Santos, 33 anos, detento do regime semiaberto, executado na manhã desta sexta-feira (13), era conhecido da polícia, em Campo Grande. Ele já atirou em um policial civil e caiu de moto no Córrego Segredo.

Santos estava no segundo dia do regime mais brando, no Complexo da Gameleira. No dia 7 de abril de 2016, ele e um comparsa, Lucas Figueiredo, fizeram um assalto a mão armada, a bordo de uma moto Titan, na rua Valência, Vila Alba.

Na ocasião, Everton era o ”piloto de fuga”, enquanto Figueiredo apontava a arma e rendia as vítimas, que naquela situação era um casal. De marido e mulher foram levadas uma carteira com R$ 40 e um celular Samsung. O comparsa chegou a encostar a arma no rosto de uma vítima.

Ainda segundo a denúncia do Ministério Público Estadual, a dupla fugiu após o roubo. No entanto, horas depois, Lucas e Curandeiro Indião foram presos, depois de atirarem contra um policial civil e ao caírem no Córrego Segredo.

Suspeitos mataram Indião com 4 tiros. (Foto: Wesley Ortiz)

Execução

Everton estaria em um ônibus do transporte coletivo de Campo Grande, que leva exclusivamente internos para o trabalho, na região do Parque dos Poderes. Ele chegou a correr, mas foi alcançado por dois suspeitos, que estavam em uma Honda Biz vermelha.

Ainda conforme o registro policial, a vítima estava com quatro perfurações, sendo duas nas costas, com saída na altura do ombro e barriga, além de duas no braço esquerdo da vítima, cotovelo e punho, transfixado pelo mesmo lugar.

Topmídia News

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS