1 fevereiro 2023 7:18
1 fevereiro 2023 7:18

Mbappé faz 5 gols, Neymar se destaca e PSG goleia time da 6ª divisão na Copa da França

Formado por atletas amadores, Pays de Cassel foi presa fácil para o time parisiense; Messi não foi relacionado para a partida

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

No futebol, o maior respeito de um rival forte diante de oponente mais frágil é jogar bola o tempo todo. E foi justamente o que o Paris Saint-Germain fez diante do Pays de Cassel, pela Copa da França, nesta segunda-feira (23).

Em dia de Neymar garçom e Mbappé artilheiro, o time de Christophe Galtier goleou o modesto adversário da 6ª divisão por 7 a 0, com cinco gols do astro da seleção francesa, avançando às oitavas de final.

Depois de passagem pelo oriente médio para amistoso com um combinado árabe comandado por Marcelo Galhardo e com Cristiano Ronaldo, Messi não foi relacionado para a partida no estádio Félix-Bollaert, em Lens, para descansar.

A imprensa francesa aproveitou o dia de folga do argentino para noticiar que ele parece ter voltado atrás na decisão de renovar com o PSG por mais uma temporada.

Durante a Copa do Mundo do Catar, Messi teria se apalavrado com o clube francês para assinar por mais 12 meses. Seu contrato se encerra no meio do ano e caso ele abra mão da cláusula de renovação automática, se tornaria agente livre.

Um retorno ao Barcelona seria o caminho mais provável, mas também há especulação de que poderia jogar com Cristiano Ronaldo no Al-Nassr, da Arábia Saudita.

Mesmo sem o campeão mundial – Hakimi também foi poupado, mas ficou na reserva -, o PSG não encontrou resistência ao frágil rival da sexta divisão, formado por jogadores amadores que têm outras funções na carreira.

Formado por bancário, estudantes, confeiteiro, eletricista, entre outros, o Pays de Cassel entrou em campo com duas metas, de acordo com seu diretor esportivo, Gabriel Bogaert: perder de pouco.

“Há muita emoção em nossos jogadores, conhecer o PSG vai mudar tudo para nosso clube. Se conseguirmos marcar um gol e levar apenas cinco ou seis, seria muito bom”, disse Bogaert ao L’Équipe.

O presidente Jean-Jacques Vaesken gostaria que Christophe Galtier escalasse ao menos uma das três estrelas, de preferência Mbappé, por ser do país. E não queria levar 8 a 0 ou 10 a 0. “Será um verdadeiro prazer enfrentá-los”, afirmou ao Quotidien du Sport.

Galtier atendeu ao apelo dos visitantes e utilizou não apenas Mbappé, mas também Neymar, que definiriam o jogo na primeira etapa. Apenas nos 45 minutos iniciais, foram cinco bolas nas redes do goleiro Samson, uma delas anulada pelo VAR que flagrou impedimento de Mbappé.

O astro francês foi o nome da etapa, com hat-trick. Dois de seus três gols foram encobrindo o goleiro e o outro contou com desvio na marcação. O brasileiro também deixou sua marca, ao se livrar do marcador antes de definir.

O treino de luxo continuou na segunda etapa. E Mbappé mostrou a seriedade de sempre. Ele recebeu de Neymar e anotou seu quarto na partida. Em dia de garçom, o brasileiro deu sua terceira assistência na partida, desta vez para Soler marcar de calcanhar. O sétimo saiu novamente dos pés do camisa 7, que fechou a surra.

R7 Notícias

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS