31 janeiro 2023 11:47
31 janeiro 2023 11:47

Márcio, Petecão e Bispo José não assinaram pedido de CPI para investigar atos terroristas no DF

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -
Márcio Bittar (União Brasil), Sérgio Petecão (PSD) e o recém empossado Bispo José (PL) ainda não assinaram o requerimento da senadora do Mato Grosso do Sul, Soraya Thronicke (União Brasil), para instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que visa investigar os responsáveis pelos atos terroristas do domingo (08) em Brasília.

O documento foi protocolado no Senado Federal com pelo menos 27 assinaturas. O quantitativo é suficiente para instaurar uma CPI. Soraya Thronicke, que foi candidata à presidência da república em 2022, sem sucesso, divulgou a lista com 31 nomes que assinaram o pedido. Nenhum representante do Acre assinou.

Da região norte, assinaram o senador de Telmário Mota (PROS-Roraima), Davi Alcolumbre (União Brasil- Amapá), Randolfe Rodrigues (Rede-Amapá), Irajá (PSD-Tocantins), Eduardo Braga (MDB-Amazonas) e Kátia Abreu (PP-Tocantins).

Alcançamos agora um número maior do que o necessário para a abertura da CPI dos Atos Antidemocráticos no Senado Federal. Agradeço a todos os colegas que apoiaram a iniciativa.  A democracia é sagrada! Muitos percebem somente depois que a perdem. No nosso Brasil ela sobreviverá!”, comunicou Soraya.

Segundo regras do Senado, as comissões parlamentares de Inquérito não podem transpassar de uma Legislatura para outra. Com isso, cabe ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), determinar a abertura da CPI, porém, pode criar uma lista para inclusão dos futuros senadores que tomam posse no dia 1° de fevereiro podem abrir uma nova CPI.

Fonte: Acre News

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS