2 fevereiro 2023 5:08
2 fevereiro 2023 5:08

Lula sobre manifestantes: “Grupo de aloprados sem senso do ridículo”

Presidente Lula se reuniu, nesta quarta-feira (11/1), com presidentes da Câmara e do Senado, e líderes partidários

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) chamou, nesta quarta-feira (11/1), o grupo de terroristas que invadiu as sedes dos Três Poderes de “aloprados sem senso do ridículo”. Os atos antidemocráticos aconteceram no último domingo (8/1), em Brasília. Os manifestantes depredaram os prédios do Congresso Nacional, Supremo Tribunal Federal (STF) e Palácio do Planalto.

“Eu até não gostaria de pensar num golpe, eu gostaria de pensar numa coisa menor, quem sabe um grupo de pessoas alopradas sem senso do ridículo que ainda não entendeu que a eleição acabou, que ainda não quer aceitar que a urna eletrônica é, possivelmente, o modelo eleitoral mais perfeito que a gente tem em todos os países do mundo”, condenou Lula.

O chefe do Executivo esteve reunido com deputados e senadores que foram pessoalmente ao seu gabinete entregar o decreto de intervenção federal em Brasília. O documento foi assinado por Lula no domingo e precisava passar pelo crivo do Congresso Nacional.

Punição

Na reunião com os parlamentares, Lula ainda disse que, agora, é necessário descobrir quem são os terroristas e “punir quem não quer respeitar a ordem democrática conquistada pela Constituição de 88”.

“Quero que saibam que qualquer gesto que contrarie a democracia brasileira será punido. Todo mundo terá direito de se defender, mas será punido”, falou.

O presidente ainda disse que “não gostaria de ter feito intervenção”, mas que os terroristas não estavam dispostos a conversar.

Com informações Metrópoles

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS