26 janeiro 2023 7:41
26 janeiro 2023 7:41

Juiz espanhol ordena prisão preventiva de Daniel Alves

Jogador é suspeito de ter cometido agressão sexual contra uma mulher em uma boate na Espanha, em dezembro

Por CNN BRASIL

- Publicidade -

Um juiz espanhol ordenou a prisão preventiva e sem direito a fiança do jogador de futebol brasileiro Daniel Alves, nesta sexta-feira (20), sob alegação de agressão sexual.

O lateral-direito foi acusado por uma mulher de ter tocado por debaixo de suas roupas íntimas sem consentimento durante uma festa em uma boate de Barcelona, nas vésperas do Réveillon.

Outros detalhes estão sendo divulgados pela imprensa espanhola, dando conta de que o jogador teria agredido sexualmente a vítima em um lavabo reservado da boate.

O tribunal de Barcelona disse em comunicado que abriu processo “por um suposto crime de agressão sexual como resultado da denúncia apresentada por uma mulher por eventos que supostamente ocorreram em uma boate em Barcelona no mês passado”.

Imagens das câmeras de segurança teriam sido usadas pela polícia nas investigações.

O jogador foi detido nesta sexta-feira pela polícia da Espanha, depois de ter sido interrogado em uma delegacia sobre a acusação.

De acordo com uma porta-voz da instituição, o lateral-direito está agora à disposição do juiz, na Cidade da Justiça, em Barcelona.

À CNN, a assessoria de Daniel Alves confirmou a decretação de prisão preventiva e negou qualquer irregularidade.

Seus advogados dizem que ele se apresentou espontaneamente à uma delegacia de polícia, depois de ter viajado do México para a Espanha com esse propósito.

O staff do atleta informou também à CNN que “não sabe o que pode ter acontecido, pois não existia esse pedido de prisão, e que o pedido aconteceu após o depoimento”.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS