1 fevereiro 2023 8:48
1 fevereiro 2023 8:48

Janeiro Roxo: mês de mobilização e combate à hanseníase  no país

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

No “Janeiro Roxo”, que marca o mês de conscientização sobre os cuidados e a prevenção da hanseníase, o Morhan reforça a necessidade de atenção, mobilização e combate à doença. As ações do Janeiro Roxo também visam lembrar da importância do diagnóstico precoce e do tratamento que é ofertado de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS), além da luta contra o preconceito.

No Acre, só em 2022, 140 casos da doença foram registrados. O enfrentamento da hanseníase é feito a partir do diagnóstico precoce, do tratamento oportuno de todos os casos diagnosticados até a alta por cura, além da prevenção de incapacidades físicas e da vigilância dos contatos domiciliares e sociais (pessoas que estejam ou estiveram em contato muito próximo e prolongado com o doente).

“A hanseníase tem cura e o tratamento é ofertado gratuitamente pelas unidades de saúde do SUS. Mas, se a doença não for tratada, há riscos de complicações graves. Os pacientes precisam se dirigir aos serviços especializados e seguir as orientações da equipe de saúde para que se obtenham os melhores resultados de tratamento e controle da doença”, afirmou Elson Dias, coordenador estadual do Morhan.

Elson Dias, coordenador do Morhan. Foto: cedida
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS