25 janeiro 2023 12:51
25 janeiro 2023 12:51

Indiana renuncia à herança de cerca de R$ 300 milhões para entrar em mosteiro

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A indiana Devanshi Sanghvi, de oito anos, herdaria o negócio de joias Sanghvi and Sons, em Surat, na Índia, renunciou à herança de cerca de US$ 60 milhões (cerca de R$310 milhões) – patrimônio líquido na empresa – para ingressar em uma ordem religiosa da fé jainista. Sanghvi and Sons é conhecida localmente como a “cidade do diamante” por sua importância no comércio mundial de pedras preciosas. A família anunciou esta semana a vocação de Devanshi, que passou por uma cerimônia de quatro dias até que, nesta quarta-feira, 18, chegou em uma carruagem puxada por um elefante ao templo onde trocou suas roupas luxuosas por vestimentas simples de algodão branco.

A menina participou de 367 rituais de iniciação antes de desistir da vida mundana. Ela está entre os mais jovens a realizarem uma cerimônia “diksha” para abandonar suas posses materiais e entrar no monacato jainista. Segundo a imprensa local, seus pais disseram que a menina tinha pressa em se converter.

Devanshi é conhecida entre os membros da comunidade jainista por sua piedade e “nunca viu televisão, filmes ou foi a shopping centers e restaurantes”, contou uma pessoa próxima à família. O jainismo, religião da qual a família faz parte, foi fundado na Índia no século VI antes da era cristã. Defende a não violência, o ascetismo, o veganismo e o amor por todas as criaturas. Tem mais de quatro milhões de adeptos no país. Essa religião é alvo de críticas por algumas de suas práticas rituais, como o jejum extremo.

Com informações Jovem Pan

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS