1 fevereiro 2023 1:56
1 fevereiro 2023 1:56

Ieptec apresenta mais de 20 cursos profissionalizantes a alunos do ensino médio

No Acre, o Ieptec atua no itinerário em 17 escolas junto com a SEE, com a oferta de cursos técnicos e de qualificação profissional de diferentes trilhas, como saúde, produção cultural, logística, construção civil, paisagismo, veterinária e rádio e televisão.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O governo do Acre continua trabalhando de forma contínua para levar educação profissional a alunos do ensino médio da capital por meio do Instituto de Educação Profissional e Tecnológica (Ieptec) Dom Moacyr. A autarquia vem apresentando uma série de palestras para esse público-alvo no decorrer desta semana, no auditório da Secretaria de Estado de Educação (SEE), em Rio Branco.

As equipes do Departamento Pedagógico e Curricular (DPC) e centros da rede estão apresentando o plano de cursos do Itinerário de Formação Técnica e Profissional (IFTP) ou V Itinerário para 2023.

“O Ieptec foi bastante aceito pelos alunos, que compraram a nossa ideia. A gente já está no mercado desde 2005 e tem hoje oito centros preparados, com instrumentos e profissionais para atender essa clientela”, disse a coordenadora-geral do IFTP do Ieptec, Lucélia Frota.

Atualmente o Ieptec tem mais de 500 cursos aprovados pelo MEC. Desses, 22 foram selecionados para o V Itinerário em 2023.

O V Itinerário faz parte do Novo Ensino Médio, que é um programa de reformulação do sistema educacional brasileiro. No Acre, o Ieptec atua no itinerário em 17 escolas junto com a SEE, com a oferta de cursos técnicos e de qualificação profissional de diferentes trilhas, como saúde, produção cultural, logística, construção civil, paisagismo, veterinária e rádio e televisão.

“Daqui, as nossas instituições parceiras já saem com as turmas formadas, e com isso a gente inicia o ano com esse processo organizado”, falou Rosangela da Silva, coordenadora do núcleo de formação profissional da SEE.

“Eu escolhi o curso técnico em veterinária, mas como segunda opção de curso, vou escolher ainda algum da trilha da saúde porque pretendo me formar futuramente em medicina, e é como uma adaptação pra que eu possa saber se é isso mesmo que eu quero”, disse Emedy Feitosa, aluna do 1º ano do Colégio Militar Dom Pedro II.

A Gazeta do Acre

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS