31 janeiro 2023 11:48
31 janeiro 2023 11:48

Homem que tentou atear fogo na mulher e na filha de 4 meses é preso

Autor foi encaminhado para o presídio da cidade

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Um homem, de 25 anos, foi preso acusado de tentar matar a namorada no último dia 1° de janeiro, em um condomínio do município de Três Lagoas, a 326 quilômetros de Campo Grande. Ele jogou combustível sobre ela e a filha do casal, uma bebê de 04 meses de idade.

Na data do crime, segundo a Polícia Civil, o homem, inconformado com o fim do relacionamento, foi ao apartamento da vítima portando um galão com combustível e lançou sobre ela, que estava com a filha no colo e também sobre o sofá. Ele tentou atear fogo com um isqueiro, porém foi impedido pela vítima, que entrou em luta corporal com ele.

Ainda segundo as informações policiais, o homem ainda deu um soco no rosto da vítima, lesionando-a e em seguida fugiu.

Assim que tomou conhecimento dos fatos, a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DAM/TL) representou pela decretação da prisão preventiva, dando cumprimento na presente data.

O homem foi indiciado e encaminhado ao Presídio de Segurança Média de Três Lagoas, onde aguardará julgamento por Feminicídio tentado e Lesão corporal dolosa.

O caso

A Polícia de Três Lagoas já identificou o homem de 25 anos, que jogou um galão de álcool na ex-mulher de 32 anos e na filha dela de apenas 4 meses, na tentativa de atear fogo nas duas.

O caso ocorreu no condomínio Andorinha, bairro Santa Luzia, em Três Lagoas, na manhã desse domingo (1). A Polícia está a procura do suspeito, que vai responder por tentativa de feminicídio.

Conforme o boletim de ocorrência, o suspeito chegou no condomínio por volta das 9h45. Ele estava com seu tio em um carro modelo Gol, e em posse de um galão de 5 litros de combustível. O galão continha álcool.

O suspeito, que não aceita o fim do relacionamento com a vítima, foi até o apartamento dela, e em ato contínuo jogou o líquido na mulher que estava com a filha de 4 meses no colo. O homem também jogou o combustível na recém-nascida e a mãe entrou em luta corporal com o suspeito.

O álcool foi jogado pelo sofá e objetos do apartamento, mas a vítima resistiu e passou a lutar com o homem, que a todo momento tentava acionar o isqueiro a fim de atear fogo nela e em sua filha.

A Polícia Militar foi acionada por testemunhas, que ouviram a tentativa de feminicídio. O suspeito fugiu tomando rumo ignorado.

A vítima ficou ferida com lesões pelo rosto e pelo corpo. Ela possui medidas protetivas contra o autor.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Três Lagoas.

Top Mídia News

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS