31 janeiro 2023 11:14
31 janeiro 2023 11:14

Governo vistoria ETA I para realizar obra de modernização no sistema de tratamento de água

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop), realizou nesta quarta-feira, 25, uma visita técnica à Estação de Tratamento de Água (ETA I), em Rio Branco, junto ao Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco (Saerb). O Estado retomará a obra de modernização do sistema de captação, tratamento e distribuição de água potável no município visando ampliar o acesso da população à água tratada.

Secretário da Seop e presidente do Saerb durante visita às estruturas da ETA I. Foto: Lucas Oliveira/Seop

A funcionalidade do sistema retornou à Prefeitura de Rio Branco, com administração do Saerb. Mas, de acordo com o titular da Seop, Cirleudo Alencar, a obra projetada em 2012 a partir de recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, foi iniciada em 2017 pelo governo do Acre e será concluída na gestão atual para ser entregue ao Município totalmente reformada.

“O governo tem estendido a mão às prefeituras para que possamos ofertar um serviço público de qualidade à população. O governo tem concluído todas as obras inacabadas de gestões anteriores. Nesta ETA tem um saldo remanescente de R$ 1,5 milhão do PAC”, ressaltou Alencar.

ETA I será reformada e modernizada para ampliar capacidade de tratamento da água potável. Foto: Jean Lopes/Seop

O presidente do Saerb, Enoque Pereira, destacou que a atual capacidade máxima de tratamento da água é de 600 litros por segundo. Segundo o gestor, a capital tem duas estações de tratamento de água.

“A presença do Estado é importante, pois é uma obra muita antiga que não foi concluída. Precisamos aumentar a capacidade do tratamento de água. Quando concluída será ampliada para 800 litros por segundo, aumentando a segurança para abastecer Rio Branco. Juntando as duas ETA’s conseguiremos 1.600 litros”, frisou Pereira.

Uma parte da estrutura da ETA I será demolida e totalmente reestruturada. “Aumentar a capacidade inclui a reforma dos filtros, decantadores e todas as descargas. Com o aumento do volume é necessário aumentar a capitação. Está previsto um novo sistema de capitação que vai atender este volume e, em cima disso, será garantido uma maior produção de água para qualificar a distribuição de água no nosso sistema”, explicou o diretor-técnico do Saerb, Antônio Lima Rodrigues.

Galeria de Imagens:

Fotos: Lucas Oliveira/Seop

Fonte: Agência do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS