1 fevereiro 2023 7:18
1 fevereiro 2023 7:18

Governo dos EUA condena atos terroristas em Brasília e reforça apoio a Lula

Secretário do presidente Joe Biden informou que líder dos EUA acompanha situação "de perto" e reforça "apoio inabalável" ao governo Lula

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O governo dos Estados Unidos (EUA) condena qualquer esforço para minar a democracia no Brasil, informou o conselheiro de Segurança Nacional, Jake Sullivan, neste domingo (8/1). O representante do governo Joe Biden se pronunciou após apoiadores extremistas de Jair Bolsonaro (PL) invadirem os prédios do Congresso Nacional, do Palácio do Planalto e do Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília.

“O presidente Biden está acompanhando a situação de perto e nosso apoio às instituições democráticas do Brasil é inabalável. A democracia brasileira não será abalada pela violência”, escreveu Sullivan.

Biden não se manifestou até o momento. Sullivan se reuniu com Lula no Brasil, em dezembro, e transmitiu um convite do governo norte-americano para uma visita do petista a Washington.

O secretário de Estado norte-americano afirmou que os Estados Unidos estão junto com o presidente Lula.

“Condenamos os ataques à Presidência, ao Congresso e ao Supremo Tribunal Federal hoje. Usar a violência para atacar as instituições democráticas é sempre inaceitável. Nós nos juntamos a Lula para pedir o fim imediato dessas ações”, escreveu Antony Bliken.

Chefes de Estado de diversas nações também se manifestaram sobre as invasões em território brasileiro. O presidente francês, Emmanuel Macron, também defendeu que Lula “pode contar com o apoio inabalável da França”.

“A vontade do povo brasileiro e das instituições democráticas deve ser respeitada! O Presidente Lula pode contar com o apoio inabalável da França”, escreveu Macron.

Metrópoles
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS