2 fevereiro 2023 5:04
2 fevereiro 2023 5:04

Flamengo ganha apertado do Audax na estreia do Carioca com gol de joia

Matheus França foi responsável pela apertada vitória da equipe formada só por meninos do sub-20 na largada do Campeonato Carioca

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Principal revelação do Flamengo na atualidade, o meia-atacante Matheus França foi responsável pela apertada vitória da equipe formada só por meninos do sub-20 na largada do Campeonato Carioca. Com um belo gol de fora da área, a joia de 17 anos e multa rescisória de 100 milhões de euros (cerca de R$ 555,3 milhões na cotação atual) garantiu o 1 x 0 sobre o Audax Rio, no Maracanã, em jogo de pouca emoção e antecipado da quinta rodada.

A escalação com jovens será utilizada em quatro rodadas do Carioca. E volta a campo já no fim de semana, quando o Flamengo encara a Portuguesa, às 18 horas, novamente no Maracanã. Apenas da quinta rodada em diante que os titulares estarão em campo.

Antes de a bola rolar, o jogo foi marcado por homenagens a Pelé e Roberto Dinamite, que tiveram lances geniais da carreira passados no placar eletrônico do Maracanã. O rosto dos jogadores que morreram nos últimos dias apareceu lado a lado com um “obrigado”.

De olho na decisão da Supercopa do Brasil contra o Palmeiras, dia 28, no Mané Garrincha, em Brasília, e também na disputa do Mundial de Clubes no Marrocos, em fevereiro, o Flamengo mandou a campo somente os meninos do sub-20. No comando do time, Mário Jorge, também da equipe de base.

Contratado para a vaga de Dorival Júnior, o técnico português Vitor Pereira esteve no Maracanã para observar as jovens promessas rubro-negras. Os laterais Felipe Luis e Matheuzinho e o zagueiro David Luiz também estavam nas tribunas dando moral ao time alternativo.

Mesmo sem seus ídolos em campo, a torcida compareceu para matar a saudade do time. Apesar de ser o primeiro jogo do Estadual, a partida valia pela quinta rodada. E antes de ver um lance de emoção, o flamenguista levou um susto com choque duro de cabeça entre Victor Hugo, que já havia defendido, e bem, a equipe na temporada passada, e Emerson Urso. O meio-campista acabou substituído, bastante grogue. Mas ficou no banco de reservas acompanhando o jogo.

A primeira etapa, contudo, deixou a desejar dos dois lados. Os goleiros foram espectadores, com os ataques parando na marcação e não criando nenhum lance de perigo. O Flamengo até chegou mais na frente, sobretudo pelas beiradas, mas faltou capricho nos cruzamentos, sempre parando nos pés de um defensor do time de Angra dos Reis.

Na volta do vestiário, Valderrama tentou surpreender o Flamengo com chute do meio campo com menos de um minuto. Exagerou na força. Mas o goleiro Matheus Cunha deu bronca nos companheiros cobrando atenção na marcação.

Mesmo mais adiantado, jogando no campo ofensivo, o time rubro-negro não conseguia criar chance de gols. Esbarrava na marcação bem encaixada do Audax. Até então preciso atrás, os visitantes pagaram caro no único erro até então na partida. Emerson Urso cortou mal um cruzamento para a beirada, a bola sobrou para Matheus França bater colocado e fazer 1 a 0 na primeira finalização a gol da equipe. Também acostumado a ajudar o time profissional, a joia mandou com classe, sem chances para Leandro.

Matheus França teve chance de ampliar ao ver o zagueiro errar a saída e dar em seus pés. O meia avançou, mas deixou de finalizar para cavar um pênalti. O árbitro anotou somente tiro de meta, apontando jogo de corpo do defensor.

Cansado de cobrar disposição e ousadia de seus atacantes, o técnico Júnior Lopes aproveitou a parada para reidratação para fazer três modificações tentando deixar o Audax mais ofensivo. Todos os chutes a gol de sua equipe até então, haviam sido pelo alto. Quem quase fez foi o Flamengo, contudo. Mateusão cortou o defensor na área e perdeu chance clara de ampliar.

Higor Leite teve a oportunidade de empatar pelo Audax já na reta final da partida. Recebeu livre na área, girou com estilo, mas mandou raspando, para lamentos do time inteiro. O Flamengo também viu Thiaguinho ficar no quase. Porém, o triunfo já estava definido.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 x 0 AUDAX RIO

FLAMENGO – Matheus Cunha; Wesley, Gabriel Noga, Cleiton e Ramon; Igor Jesus, Victor Hugo (Everton Araújo) e Matheus França (André); Thiaguinho (Petterson), Werton e Mateusão (Lorran). Técnico: Mário Jorge.

AUDAX RIO – Leandro; Lucas Mota, Rafael Castro, Thomas Kayck e Kaio (PH); Keverton (Fabinho), Valderrama e Higor Leite; Emerson Urso (Romarinho), Clisman (Pablo Thomaz) e Raphael Lopes (Matheus Monteiro). Técnico: Júnior Lopes.

GOL – Matheus França, aos 11 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Wagner Nascimento Magalhães.

CARTÕES AMARELOS – Raphael Lopes e Emerson Urso (Audax Rio).

RENDA – R$ 805.522,50.

PÚBLICO – 27.321 presentes.

Local – Maracanã, no Rio.

Metrópoles

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS