24 janeiro 2023 8:56
24 janeiro 2023 8:56

Detento baleado durante assalto em barbearia é transferido para prisão domiciliar

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O detento Júlio César Tavares do Nascimento, de 22 anos, um dos baleados durante o assalto a uma barbearia na região da Cadeia Velha em dezembro de 2022, está em prisão domiciliar. Ele, que era monitorado por tornozeleira eletrônica, chegou a ser transferido para o presídio, mas o IAPEN pediu que o preso fosse transferido para a prisão domiciliar, já que não teria estrutura para atender às necessidades de Júlio César.

Consta no documento que o assaltante, em decorrência do tiro que levou, sofreu traumatismo raquimedular com paraplegia sensitiva, ou seja, a perda da função motora nas regiões torácica e lombar.

Na decisão, a juíza Shirlei Oliveira Hage Menezes, que responde pela Vara de Delitos de Roubo e Extorsão da Comarca de Rio Branco, escreveu que “comprovado o estado de saúde grave do custodiado, bem como considerando a atual situação da unidade prisional, quanto à carência das condições necessárias, não há outro caminho, senão substituir a prisão preventiva pela domiciliar”. Júlio Cezar deverá permanecer em casa com tornozeleira eletrônica e só pode sair com autorização judicial.

O assalto à barbearia ocorreu no dia 21 de dezembro de 2022 quando Júlio César e Aldair Feitosa invadiram o local e renderam clientes e funcionários, mas um policial reagiu e houve uma intensa de troca de tiros. Além do assaltante, três clientes também ficaram feridos. Aldair Feitosa da Silva foi preso pouco tempo depois do crime.

No dia seguinte a dupla teve a prisão preventiva decretada em audiência de custódia.

Acre News

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS