2 fevereiro 2023 1:01
2 fevereiro 2023 1:01

‘Desrespeito à democracia’, diz Câmara de Vereadores de Rio Branco sobre atos de vandalismo no DF

A nota de repúdio é assassinada pelo presidente em exercício, vereador Fábio Araújo (PDT).

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Além do governo do Estado, inúmeras instituições do Acre, como o Ministério Público do Estado (MPE), Tribunal de Contas (TCE), se manifestaram contra os atos antidemocráticos em Brasília (DF), promovidos por apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), neste domingo, 8. Na tarde desta segunda-feira, 9, a Câmara de Vereadores de Rio Branco também emitiu nota de repúdio.

A nota é assassinada pelo presidente em exercício, vereador Fábio Araújo (PDT). “A invasão e depredação de prédios públicos são inaceitáveis e configuram total desrespeito à democracia e às instituições brasileiras. É preciso que haja responsabilização e que tais agentes sejam punidos com rigor, de forma que não ocorram mais ações como essas, que afrontam gravemente o Estado”, defende o Legislativo Municipal.

Em suas redes sociais, a vice-presidente da Câmara de Rio Branco, Lene Petecão (PSD), também se manifestou. “Repudio veemente todos os atos de violência, vandalismo e terrorismo contra o patrimônio histórico brasileiro e a política nacional. A democracia é constituída do respeito as diferentes formas de pensar e nisso não caberá jamais a violência.”

A Gazeta do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS