1 fevereiro 2023 2:00
1 fevereiro 2023 2:00

Bolsonaro tem prazo de 3 dias para se explicar sobre minuta golpista

Documento encontrado na casa de Anderson Torres foi incluído em investigação contra o ex-presidente

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O corregedor-geral da Justiça Eleitoral e ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Benedito Gonçalves, deu três dias para que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) se manifeste sobre a minuta de golpe encontrada pela PF (Polícia Federal) na casa do ex-ministro da Justiça Anderson Torres.

Gonçalves atende a dois pedidos apresentados pelo partido PDT, quer pretendem usar a minuta para reforçar as acusações de abuso de poder político por parte do ex-presidente.

Segundo o portal Metrópoles, o ministro aponta que há uma “inequívoca correlação” entre as acusações feitas contra Bolsonaro durante a campanha eleitoral e a minuta.

O candidato a vice na chapa de Bolsonaro nas eleições de outubro, Braga Netto, também está incluído na ação e, por isso, deve se manifestar, informou a jornalista Ana Flor, da GloboNews.

Yahoo!

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS