1 fevereiro 2023 10:42
1 fevereiro 2023 10:42

Bancada Federal do Acre faz silêncio em relação a atos terroristas em Brasília

Mesmo com o Senado vandalizado, senadores não se manifestaram em relação à ação dos bolsonaristas

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Os senadores eleitos pelo Acre (Marcio Bittar, União; Sergio Petecão, PSD, e Bispo José Ferreira, PL), mesmo diante do vandalismo na sede do Senado, não se posicionaram em relação aos atos terroristas praticados por bolsonaristas em Brasília, no último domingo (9).

Num momento em que líderes políticos ao redor do mundo, o presidente dos EUA, Joe Biden, o governador do Acre, Gladson Cameli, se posicionam contra os atos antidemocráticos, os senadores acreanos fecharam-se em um mutismo ensurdecedor. Os deputados federais também não se posicionaram.

Os três senadores foram ou ainda são bolsonaristas. Sérgio Petecão apoiou o Governo de Jair Bolsonaro, mas já estaria aliado ao governo petista de Luiz Inácio Lula da Silva. Márcio Bittar chegou a declarar que a derrota de Bolsonaro para Lula o atingiu mais que a sua própria, que concorreu ao Governo do Estado e ficou em quarto lugar.

Já o Bispo José, que será senador da República por um mês por ter assumido o mandato em substituição à senadora Mailza Gomes, que assumiu como vice-governadora do Acre, é filiado ao PL, mesmo partido de Bolsonaro.

Por Tião Maia

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS