31 janeiro 2023 11:27
31 janeiro 2023 11:27

Após três anos de pandemia, procissão de São Sebastião volta a ser realizada hoje

Além da procissão, os fiéis também participam de missas, leilões, bingos, quermesses, campeonatos de futebol, entre outras atividades.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Os devotos de São Sebastião celebram, após três anos de pandemia e suspensão das atividades religiosa com aglomeração de pessoas, o retorno, nesta sexta-feira, 20, da procissão em homenagem ao santo e padroeiro de Xapuri. A expectativa dos organizadores é que pelo menos 20 mil pessoas passem pelo município durante o dia.

Uma das celebrações religiosas mais populares do Acre, a festa de São Sebastião começou na semana passada, com o Novenário de São Sebastião. Além da procissão, os fiéis também participam de missas, leilões, bingos, quermesses, campeonatos de futebol, entre outras atividades.

Para o padre Antônio Menezes, o retorno da procissão é motivo de muita alegria. “É uma grande vitória, pois Xapuri é a cidade da fé. E a gente poder retornar com essa grande ação de poder louvar a Deus, pelas ruas, é uma grande vitória para todos nós, xapurienses, uma grande benção. E a expectativa é a melhor possível”, afirmou.

O evento é uma realização da Igreja Católica, em parceria com a Prefeitura de Xapuri, demais órgãos públicos municipais e a comunidade. Na sexta-feira, 20, as atividades iniciam logo pela manhã, às 6h, com a corrida de Rua de São Sebastião. Três missas serão celebradas durante o dia: às 7h, 10 e 16h.

A tão aguardada procissão está marcada para iniciar às 17 horas, logo após a santa missa.

São Sebastião

São Sebastião era um soldado romano que foi martirizado por professar e não renegar a fé em Cristo Jesus. Sua história é conhecida somente pelas atas romanas de sua condenação e martírio. Nessas atas de martírio de cristãos, os escribas escreviam dando poucos detalhes sobre o martirizado e muitos detalhes sobre as torturas e sofrimentos causados a eles antes de morrerem. Essas atas eram expostas ao público nas cidades, com o fim de desestimular a adesão ao cristianismo.

A Gazeta do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS