2 fevereiro 2023 2:51
2 fevereiro 2023 2:51

Acreanos participam do 2º maior torneio de Jiu-Jítsu do mundo, na França

O torneio terá início nesta segunda-feira, 23, e contará com a participação de lutadores de vários países.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Os atletas acreanos Thomas Bryan, de 24 anos, e José Roberto Viana, o Jacaré, de 40 anos, irão representar o Acre e o Brasil, em um dos maiores eventos de Jiu-Jítsu do mundo, que acontece em Paris, na França. O campeonato Europeu, promovido pela International Brazilian Jiu-Jitsu Federation (IBJJF), terá início nesta segunda-feira, 23, e contará com a participação de lutadores de vários países.

Bryan irá competir na categoria peso-pena (categoria faixa marrom) na próxima sexta-feira, 27; Jacaré, na categoria peso-leve master 3, lutará no domingo, 29. Os lutadores terão uma tarefa difícil no torneio, pois precisarão vencer cinco lutas, cada, para alcançarem o pódio e trazer a medalha.

Bryan irá competir na categoria peso-pena (categoria faixa marrom) na próxima sexta-feira, 27; Jacaré, na categoria peso-leve master 3, lutará no domingo, 29.

“Estou ansioso para competir, e acredito que o Jacaré também. Já competimos em outros países, como Londres, Espanha, Suíça, México e Roma, porém, em uma proporção menor. Esses eventos são divididos por níveis. Vamos participar do segundo maior torneio de Jiu-Jítsu mundial. Estamos muito felizes em poder estar aqui representando nosso Acre, nossa escola e nosso Jiu-Jítsu”, frisou Thomas.

O atleta falou sobre a importância dos patrocínios para que pudessem participar do campeonato.

“Tivemos patrocínio do governador Gladson Cameli, que cedeu as passagens, e também da faculdade Unama. Para sair do Acre, se deslocar para qualquer outro Estado, ou qualquer outro país, gera um gasto muito grande, e, na maioria das vezes, temos que dividir a rotina de treino com outro afazer para conseguir renda para custear todas as despesas. Com essa ajuda, podemos nos dedicar 100% aos treinos, ou seja, estamos muito mais preparados do que quando participamos de outros eventos de luta.

A Gazeta do Acre

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS