24 janeiro 2023 2:28
24 janeiro 2023 2:28

Acreano que não consegue deixar Cusco se desespera com noticias de mortes no Peru

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O acreano Jardeson da Silva Oliveira, de 27 anos, morador de Rio Branco, é mais uma dos brasileiros prejudicados com a crise política no Peru.

Jarderson nao consegue deixar a cidade turística de Cusco por conta das manifestações. O aeroporto local está fechado desde a quinta-feira, 12, e não há previsão para abertura.

O ac24horas conversou com Jardeson que se mostrou extremamente preocupado com a situação. “Eu tinha um voo para Porto Maldonado, mas o aeroporto fechou por conta dos manifestantes. Até para chegar ao aeroporto tá complicado, já que existem diversas barreiras ao longo do caminho. Estou desesperado com as notícias que ouço aqui de mortes e não sei quando é que vou conseguir deixar o Peru”, afirma.

Jardeson conta que foi ao país vizinho passar férias e rever alguns amigos que moram no Peru.

A crise política no Peru se intensificou após a tentativa de golpe dada pelo ex-presidente Pedro Castillo que acabou sendo destituído. Os violentos protestos, que já culminaram com a morte de mais de 40 pessoas, pedem a renúncia da atual presidente Dina Boluarte.

Graças a intervenção da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp), cerca de 20 brasileiros que estavam no país vizinho conseguiram cruzar a fronteira. No entanto, outros brasileiros permanecem retidos no Peru sem conseguir deixar o país.

AC 24 Horas

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS