1 fevereiro 2023 1:12
1 fevereiro 2023 1:12

Universidade Federal do Acre: Alunos da Educação de Jovens e Adultos apresentam pesquisas na Viver Ciência 2022

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) apresentaram seus trabalhos na edição de 2022 da Mostra Viver Ciência. A exposição foi realizada na noite desta quarta, 7, no Centro de Convenções da Universidade Federal do Acre, em Rio Branco, onde a mostra é realizada, e reuniu estudantes de 16 escolas da rede pública estadual da capital que ofertam a modalidade.

A Mostra Viver Ciência é considerada o maior evento científico do Acre. Foto: Dayana Soares/Ascom SEE

Com o tema “A ciência a serviço da vida”, a mostra é considerada o maior evento científico do Acre. O chefe do Departamento de Modalidades Educacionais Especiais da Secretaria de Estado de Educação (SEE), Jessé Dantas, explicou que, desde o planejamento inicial da mostra, o momento especial para apresentação das pesquisas desses estudantes foi reservado: “São alunos que geralmente trabalham durante o dia, por esse motivo o único momento que eles conseguem vir é à noite”.

A aposentada Raimunda Freitas, estudante da Escola Theodolina Falcão Macedo, conta que é primeira vez que tem oportunidade de participar de um evento estudantil tão grande. Aos 61 anos, ela explica que voltar a estudar nessa fase é fruto da perseverança que teve durante toda a vida. “Você pode perder tudo, mas o seu saber ninguém tira”, ensinou.

Jamesson Lamaia (C): “Apesar do nervosismo, estou gostando muito”. Foto: Dayana Soares/Ascom SEE

A mostra reuniu 36 projetos. Entre eles, a pesquisa de Slime Magnético Fluorescente dos alunos da Escola Djalma Teles Galdino. O estudante Jamesson Lamaia relata que o produto, feito de uma mistura de cola, palha de aço, bicarbonato, água boricada e tinta neon, chamou a atenção dos visitantes. “O movimento aqui está grande e, apesar do nervosismo de estar participando pela primeira vez, estou gostando muito”, afirmou.

Estudantes da Escola Terezinha Miguéis pesquisaram a composição química do DNA e sua extração. Foto: Dayana Soares/Ascom SEE

Outra pesquisa que se destacou foi a de “Composição Química do DNA e sua Extração”, das estudantes da Escola Terezinha Miguéis. Durante as apresentações, as alunas explicaram a estrutura do DNA e demonstraram como ele pode ser extraído da banana, morango e alho.

Para a cabeleireira Maiza Lima, uma das integrantes do grupo de estudantes que realizou a pesquisa, participar da Viver Ciência é uma oportunidade: “Isso é parte do caminho até o meu sonho, que é a faculdade de Nutrição”.

Agência Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS