27 janeiro 2023 5:18
27 janeiro 2023 5:18

Mulher acusa Daniel Alves de assédio sexual em balada de Barcelona, afirma jornal

O caso foi informado à polícia catalã. O estafe do jogador de 39 anos negou ao jornal que ele tenha cometido assédio e disse que ficou pouco tempo no local.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Na noite de sexta-feira, o lateral-direito Daniel Alves teria cometido assédio sexual contra uma mulher em uma balada em Barcelona, na Espanha. A acusação foi informada pelo diário ABC e reproduzida pelo Mundo Deportivo. O caso foi informado à polícia catalã. O estafe do jogador de 39 anos negou ao jornal que ele tenha cometido assédio e disse que ficou pouco tempo no local.

O caso aconteceu na discoteca Sutton de Barcelona, localizada no rua Tuset. A mulher esteve acompanhada por amigas a todo o instante. O relato aponta que Daniel Alves teria introduzido a mão por entre as roupas íntimas da mulher. Espantada com o assédio, ela rapidamente procurou as amigas e, em seguida, os seguranças da balada.

A equipe de segurança da casa noturna acionou a polícia catalã (Mossos d’Esquadra), que colheu depoimento da vítima. Ela também passou por exame médico em um hospital, mas ainda não formalizou boletim de ocorrência. Foi aberta investigação para esclarecer o ocorrido.

Quando a polícia chegou à casa noturna, Daniel Alves já teria deixado o local. O lateral-direito defendeu o Brasil na Copa do Mundo do Catar até as quartas de final, em que a seleção foi eliminada diante da Croácia.

Com uma longa relação com o Barcelona, Daniel Alves usou as instalações do clube para se manter em forma para jogar o Mundial. O jogador está vinculado ao mexicano Pumas, mas não atua pelo clube desde o fim de setembro.

 POR ESTADAO CONTEUDO

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS