1 fevereiro 2023 9:16
1 fevereiro 2023 9:16

Faustão se revolta durante programa e dispara: ‘Babaca’

Assim que escutou um relato de sua convidada, o apresentador não pensou duas vezes antes de soltar o verbo

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Faustão, que está sempre dando o que falar por conta de uma atitude ou fala durante sua atração na Band, voltou a causar. No programa exibido na noite desta sexta-feira (30), o apresentador conversava com Glenda Kozlowski, uma de suas convidadas, sobre as Olimpíadas e acabou se revoltando ao falar sobre algo que jamais conseguiu entender: A cerimônia de entrega de medalhas aos vencedores das diversas modalidades esportivas.

O assunto foi iniciado pela jornalista, que revelou a emoção que sentiu ao fazer a cobertura do evento de uma forma completamente inovadora: “Foi muito difícil para mim conseguir manter a postura de jornalista, de repórter, em um momento como esse. Eu realmente fiquei muito emocionada, primeiro por terem anunciado surfe como esporte olímpico e depois, chegar na Olimpíada, uma edição tão difícil, sendo adiada, sem público, daí uma final com um brasileiro”.

Na sequência, Glenda contou que ainda não conseguiu digerir alguns acontecimentos, dentre eles a eliminação do surfista Gabriel Medina. Segundo a apresentadora, o atleta foi avaliado erroneamente: “Isso porque ‘garfaram’ o Gabriel Medina, não deixaram o Medina chegar naquela final, pois o Gabriel era para tá naquela final… Mas o Ítalo foi lá e ganhou, se tornando campeão olímpico. Eu me lembro que fiquei muito tocada durante esses dias que eu passei naquele lugar”.

A minha cobertura olímpica foi algo diferente, pois eu fui com o Time Brasil, eu fui de delegação brasileira. Eu falei: ‘Vamos humanizar isso aqui? Deixa eu mostrar os bastidores, deixa eu mostrar o quanto é difícil toda essa preparação, como os atletas se preparam, como eles sofrem quando perdem”, continuou a ex-contratada da Rede Globo.

Ao escutar o relato da colega de emissora, Faustão aproveitou o assunto e não perdeu a oportunidade de fazer uma dura crítica a respeito de algo que ocorre há muitos anos: “Sabe o que não me conformo? É na hora de entregar as medalhas. Por quê o Comitê Olímpico não leva o pai e a mãe, que são os caras que mais incentivam? Mas eles levam aqueles babacas de terno parecendo gerentes de loja vendendo televisão. Não tem nada a ver!”.

Por fim, o comandante do “Faustão na Band” ainda zombou da forma como os campeões olímpicos são cumprimentados pelos dirigentes responsáveis pela entrega das medalhas: “Sabe, é presidente de confederação de Surumbaia, lá daqueles lugares que você falou… Imagine você receber a medalha da sua mãe, sua principal incentivadora? Eu acho muito maluco tudo isso, pois eles economizam dinheiro com passagem, mas gastam com aqueles velhos, que vão lá ‘tudo assim‘”.

Em OFF

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS