23 novembro 2022 5:05
23 novembro 2022 5:05

Traição: “Curió” rasga a camisa e acaba morto por criminosos rivais

A PM também isolou a área para os trabalhos da perícia. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), para a realização dos exames cadavéricos.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Um homem identificado pelo nome de Everaldo Pereira Souza, de 46 anos, também conhecido pelo apelido de “Curió”, foi executado no início da noite desta terça-feira, 22, quando chegava em casa, localizada na rua Santa Rita, no bairro Bahia Velha, região da Baixada, em Rio Branco.

De acordo com testemunhas, Everaldo costumava antes de chegar em casa, pedir que um familiar abrisse o portão da casa para entrar com segurança, mas nessa noite, ele teria chegado em um veículo Celta, de cor prata, desceu, quando foi surpreendido por dois homens que estavam em uma bicicleta, que efetuaram vários tiros na direção da vítima, que foi atingida pelo menos por dois tiros na região das costas, porém, diversas cápsulas ficaram espalhadas próximas ao corpo do homem.

Segundo informações da polícia, a vítima já tinha passagens pela polícia e outro fato que chamou atenção, são as quantidades de câmeras de segurança ao redor da residência de Everaldo, em cerca de 49 metros foram localizadas 11 câmeras, demonstrando a preocupação que a vítima tinha com a segurança ou possível ataque. Todas as câmeras espalhadas em postes de energia elétrica são direcionadas a residência da vítima, o que poderá ajudar a polícia na identificação dos criminosos.

Ainda conforme informações da polícia, a motivação do crime é mais um capítulo da guerra entre facções criminosas. Everaldo pertencia a uma organização criminosa, mas entrou para uma igreja, porém, acabou passando para outra facção.

O caso será investigado por agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE), da Delegacia Especializada de Investigação Criminal (DEIC).

Vídeo:
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS