24 novembro 2022 12:33
24 novembro 2022 12:33

Todo o clã Bolsonaro reuniu documentos para pedir passaporte italiano

Uma empresa de Curitiba foi contratada para comprovar a conexão familiar com a Itália. Nem todos, porém, deram entrada no processo

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Flávio Bolsonaro e Eduardo Bolsonaro não foram os únicos filhos de Jair Bolsonaro que se movimentaram para obter cidadania italiana.

Na terça-feira, revelamos aqui que os filhos 01 e 03 do presidente estiveram na embaixada da Itália em Brasília para dar prosseguimento ao processo oficial que, ao final, pode lhes garantir um passaporte do país europeu – e, claro, o direito de morar lá.

Procurado, Flávio confirmou a visita e disse que deu início aos procedimentos para obtenção da cidadania italiana ainda em 2019. Ele negou, porém, que esteja interessado em deixar o Brasil – “não é uma opção”, afirmou.

Agora, a coluna apurou que a mesma empresa especializada que reuniu os documentos necessários para que Flávio e Eduardo pudessem dar entrada no processo fez o mesmo para Carlos Bolsonaro, o 02, e Jair Renan Bolsonaro, o 04.

Não é possível afirmar que Carlos e Jair Renan, a exemplo dos irmãos, já tenham dado entrada no pedido junto ao governo italiano. Mas é certo que, caso queiram, eles já possuem todo o material necessário.

Ter o papelório comprovando a ascendência italiana é o primeiro passo para a abertura do processo. A medida seguinte, que fica a cargo dos próprios interessados, é dar entrada no pedido oficial, ou em uma representação diplomática do país ou, na Itália, por via judicial.

Os dossiês com os documentos, que incluem certidões de antepassados e outros registros, foram preparados para o clã Bolsonaro por uma firma especializada em consultoria migratória e negócios internacionais com sede em Curitiba, a Aquila Global Group.

Os serviços da empresa foram contratados pelos Bolsonaro há cerca de dois anos. Procurada, a Aquila confirmou ter feito o trabalho para a família, mas disse que não pode dar mais informações sobre seus clientes.

No papel, até o próprio Jair Bolsonaro está apto a obter a cidadania italiana. Indagado pela coluna se o presidente já fez a solicitação ou pretende fazer, o Palácio do Planalto silenciou.

Carlos Bolsonaro não respondeu às tentativas de contato.

Embora já tenha os documentos à disposição, Jair Renan afirmou, por meio de um assessor, que não deu entrada no pedido de cidadania e que “não existe nenhum motivo” para sair do Brasil.

A família de Jair Bolsonaro tem origem na pequena Anguillara Veneta, uma comuna de menos de 5 mil habitantes na província italiana de Padova, onde nasceu o bisavô do presidente.

Rodrigo Rangel
Sarah Teófilo/Metrópoles

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS