2 dezembro 2022 7:30
2 dezembro 2022 7:30

Testagem para Covid-19 é ampliada no Acre após aumento no número de casos

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Desde o início da pandemia, uma das principais estratégias dos países que melhor se saíram na contenção do novo coronavírus foi a testagem da população. É uma forma lógica de combate à disseminação da enfermidade, por contribuir para detectar, o mais rápido possível, mesmo casos assintomáticos, confirmar e descartar suspeitas, fazer com que contaminados se isolem e, ao mesmo tempo, rastrear pessoas com quem tiveram contato.

Com o intuito de conter as novas variantes da covid-19, o governo do Acre receberá na sexta-feira, 25, por meio da Secretaria de Saúde (Sesacre), 50 mil testes enviados pelo Ministério da Saúde, para serem distribuídos nas unidades básicas de saúde de todo o estado.

O coordenador da Rede de Urgência e Emergência (RUE), Edvan Meneses, explica que a Sesacre tem quantidade suficiente para a distribuição dos testes nos 22 municípios do Acre e que esses testes que estão chegando ajudarão a saúde a continuar combatendo a covid-19.

Edvan Meneses, coordenador da Rede de Urgência e Emergência do Acre. Foto: Taís Nascimento/Sesacre

“Estamos recebendo esses testes, mas continuaremos solicitando ao Ministério da Saúde, para que não faltem testes nas unidades e possamos fazer testagem em massa. A nossa recomendação é que a população que tiver sintomas faça a testagem, use máscara e busque se vacinar, para juntos combatermos as novas variantes”, esclarece.

Ampliar o acesso a testes é uma importante ferramenta para aliviar a pressão sobre o sistema público e laboratórios. Hoje, a Sesacre tem 21 mil testes para atender o estado e já foram solicitados mais 25 mil.

“Todas as unidades estão abastecidas. Estamos aguardando que o Ministério da Saúde sinalize para a testagem em massa, mas hoje estamos testando apenas os pacientes que apresentam sintomas de covid”, explica Edvan Meneses.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS