24 novembro 2022 9:14
24 novembro 2022 9:14

Saúde do Acre alerta para a ameaça tripla de covid-19, influenza e vírus VSR

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O aumento de apenas uma infecção respiratória é motivo de preocupação. Quando duas ou três começam a afetar uma população, simultaneamente, isso deve nos colocar em alerta. Por esta razão, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), recomenda os devidos cuidados para evitar a proliferação dessas doenças, com o uso de máscara e a vacinação contra a influenza e a covid-19. 

A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), vem alertando neste mês de novembro sobre o aumento de casos dos três vírus nas américas. Não existe vacina para o vírus sincicial respiratório (VSR), mas as estratégias utilizadas para limitar a propagação da covid-19 podem ser as mesmas, como o uso de máscaras e o distanciamento social. 

Esses vírus não são novos. Enquanto a covid-19 circula desde o final de 2019, a influenza e o VSR existem há muito tempo. A suspeita dos especialistas em saúde é que muitas pessoas não foram expostas a esses vírus durante o período de isolamento social contra a covid-19 nos dois últimos anos. 

De acordo com o coordenador da Rede de Urgência e Emergência (RUE), Edvan Meneses, é importante falar sobre essa tríade viral que está em circulação em todo o Brasil, que causa síndromes gripais e respiratórias agudas graves. “Dois desses vírus nós já temos vacinas e fazemos um apelo para que a população se vacine, e não contraia dois ou mais desses vírus e ter um quadro infeccioso grave”, salientou Edvan Meneses. 

Os três vírus causam sintomas muito parecidos, como febre, coriza, dor de cabeça, dor nos olhos, obstrução nasal, espirros e dor de garganta. Infelizmente, os vírus sobrevivem melhor em temperaturas baixas e, com a temporada de chuvas no estado, a Saúde aconselha todos os cuidados necessários para evitar esses vírus, principalmente em crianças que estão sendo tão afetadas pelo VSR. 

“Procure uma unidade de saúde e vacine-se, assim você estará protegido e poderá evitar uma situação mais grave”, completou Edvan. 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS