6 dezembro 2022 10:25
6 dezembro 2022 10:25

Reforço em cursos preparatórios para o Enem, são a opção dos que enfrentaram o ensino remoto

Exame Nacional do Ensino Médio acontece nas próximas semanas e muitos estudantes que farão a prova estudaram no ensino remoto até o início deste ano.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

pretende, quando entrar na Universidade, participar do projeto como bolsista para ministrá-la.

“O pré-Enem ajuda muito os estudantes do Ensino Médio”, complementou.

Assim como a maioria dos colegas, o sentimento de ansiedade já é uma realidade para Diogo, que considera o ano de vestibular bastante cansativo.

A aluna Kauany Wenzel, que pretende cursar Agronomia, diz que as vantagens do curso preparatório da Ufac são os bons tutores e a quantidade de exercícios, simulados e redações que são ofertados, aproximando ainda mais os alunos dos conteúdos vistos nos exames dos últimos anos.

“Eu acho o pré-Enem muito bom. Os professores são bons e nós temos muitas resoluções de exercícios. Espero passar na Ufac e que a universidade  tenha melhorias no próximo ano”, disse.

‘Eu na Ufac’

Os cursos pré-vestibulares que ofertam conteúdos voltados ao exame servem como muleta para os alunos reforçarem as habilidades e competências avaliadas na prova.

A Ufac, por exemplo, oferece, desde julho, um curso preparatório comunitário para os alunos das escolas públicas dos municípios de Rio Branco, Assis Brasil, Epitaciolândia, Cruzeiro do Sul e Porto Walter.

O projeto de extensão ‘Eu na Ufac’ existe, desde 2015, e oferta 130 vagas do pré-Enem para a comunidade externa, enquanto que  a comunidade interna, ou seja, os alunos da Universidade, atuam como bolsistas do programa e ministram as aulas, sendo alguns dos cursos de licenciatura.

Os alunos do ‘Eu na Ufac’ foram selecionados por um processo seletivo que avalia a média escolar de cada um. As vagas são divididas entre 65 alunos que já concluíram o ensino médio na rede pública, e 65 que estão concluindo neste ano. Os estudantes, com interesses diversos, esperam estudar na Ufac no próximo ano, mas desta vez, como alunos dos cursos superiores.

Neste ano, a maioria dos que estão finalizando o ensino médio e participam do ‘Eu na Ufac’ no campus Rio Branco pertencem à mesma escola estadual, que incentivou os alunos a realizar a inscrição no projeto da Universidade.

Apesar da tensão pré-Enem, os estudantes do pré-vestibular estão confiantes nos avanços que tiveram com auxílio do programa, como a melhora nas redações. Quando perguntados sobre suas expectativas, eles dizem esperar entrar na Universidade no próximo ano, e que o ensino superior esteja fortalecido, sem a possibilidade de greves devido aos cortes de verbas.

“É uma grande oportunidade que agrega na formação dos alunos da licenciatura. E também existe a necessidade dos meninos da rede pública que vão fazer o Enem e precisam ser preparados, porque tem coisas que na escola eles não viram ou viram muito rápido, mas aqui eles têm a oportunidade de aprender e revisar. Então agrega na formação do bolsista que ministra as aulas e também dos meninos do ensino médio que assistem”, diz o professor de gramática do pré-Enem, Pablo Emanuel Lima de Souza, estudante do curso de licenciatura em Letras.

Fonte/ A Gazeta do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS