8 dezembro 2022 12:03
8 dezembro 2022 12:03

PT vai pedir que a União pague R$ 3,2 milhões em despesas de Lula na transição de governo

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Após polêmicas envolvendo a viajem do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva ao Egito no jatinho do empresário José Seripieri Filho, fundador da Qualicorp, o Partido dos Trabalhadores (PT) decidiu pedir ao ao governo federal que as despesas de Lula sejam financiadas com os recursos da União. Os custos para bancar a transição do governo já estão previstos no Orçamento deste ano, um total de R$ 3,216 milhões. As informações são portal UOL.

A carona para participar da Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas, a COP27, foi alvo de críticas da oposição e até de aliados. De acordo com a assessoria do petista, todas as despesas do futuro presidente, como transporte, alimentação e hospedagem estão sendo custeadas pelo PT. Assim que Lula retornar ao Brasil, o partido fará a solicitação.

“Vamos requerer que seus deslocamentos e estadia em Brasília sejam feitos pelo Estado brasileiro. Ele é o presidente eleito”, afirmou a presidente do PT, Gleisi Hoffmann.

O uso de recursos públicos para bancar a equipe de transição está previsto em lei desde 2002. O que não está claro, porém, é se gastos do presidente eleito com viagens e hospedagem podem ser incluídos. Na quarta-feira, 16, o senador Alessandro Vieira (PSDB-SE) apresentou um projeto de lei que regulamenta o gabinete de transição, com o objetivo de garantir o custeio do transporte do presidente e vice eleitos.

[Congresso em Foco]

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS