2 fevereiro 2023 5:48
2 fevereiro 2023 5:48

Pais do atirador de Aracruz deixaram a cidade por medo de retaliações

Segundo a advogada da família do adolescente de 16 anos, o casal está muito abalado com o ataque armado e teme sofrer ameaças

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

A advogada que representa a família do adolescente de 16 anos responsável pelos ataques armados em duas escolas de Aracruz (ES) informou, neste domingo (27/11), que os pais do jovem deixaram a cidade por medo de sofrerem alguma retaliação.

Priscila Benichio Barreiros negou que eles tenham sofrido alguma ameaça até o momento e disse que a decisão foi para preservar a integridade deles. A informação foi divulgada pelo portal UOL.

“Eles tiveram de deixar a cidade no mesmo dia do fato. Tinha um clamor muito grande, palavras de ódio e não seria prudente eles ficarem na região. O casal está muito abalado e perplexo com toda essa situação. Eles, a todo o momento, se questionam onde erraram na criação do filho”, disse Priscila.

Segundo a advogada, a família do adolescente não teve contato com parentes das vítimas e nem dos sobreviventes. Porém, haveria interesse por parte deles, mas isso só deve acontecer futuramente.

O pai do atirador é tenente da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES). Já a mãe do acusado havia sido professora na escola estadual Primo Bitti, palco do primeiro ataque e colégio onde ele havia estudado.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS