5 fevereiro 2023 2:09
5 fevereiro 2023 2:09

OCA faz 12 anos e 18 milhões de atendimentos em dezembro

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Sempre me senti vocacionado para trabalhar no atendimento ao público, razão pela qual enveredei a cursar a faculdade de Assistência Social. Atualmente estou atuando na OCA, feliz que nem pinto no lixo. Para quem ainda não sabe, OCA é como os indígenas chamam suas casas no idioma tupi-guarani. As casas deste grupo indígena têm formato parecido com o edifício da OCA que foi inaugurada pelo ex-governador Binho Marques em dezembro de 2010.

Sigla de Organização de Centrais de Atendimento, a OCA é, sem dúvida, a principal obra do Binho e, provavelmente, das gestões da era da Frente Popular do Acre, pois alcança todos os acreanos, ninguém poderá viver ou morrer em nosso Estado sem passar pela OCA para retirar sua carteira de identidade ou CNH, carteira de trabalho, título de eleitor, pagar multas, taxas e impostos. São oferecidos 600 diferentes serviços públicos do Município, do Estado e do País.

A OCA Rio Branco é a primeira central de atendimento integrada do Acre. O governador Gladson Cameli, numa atitude muito elegante, fez questão de reconhecer a paternidade da obra ao ex-governador Binho Marques e ainda aumentou a criança, revitalizando sua filial em Xapuri e anunciando a construção de unidades em todos os municípios.

Janes Peteca com sua equipe

“Quero ressaltar o valor dessa iniciativa da gestão de Binho Marques e tenho orgulho de nesse dia estar garantindo a continuidade da prestação desses serviços de qualidade, tudo aquilo que está dando certo temos que ampliar e por isso vamos construir OCAs em Brasileia e Epitaciolândia e posteriormente, levar esses serviços de cidadania a todos os municípios do estado”, garantiu o governador Gladson Cameli.

A declaração foi feita na solenidade de comemoração dos 11 anos da OCA. “Isso não quer dizer que vamos fazer amanhã, mas essa é a nossa intenção de diminuir as necessidades da população para conseguir a sua documentação”, comentou o governador. Um ato de grandeza e coerência, melhorar o que já está bom.

Na época a OCA comemorava 11 anos e a marca de 15,6 milhões de atendimentos. Foram cerca de 1,5 milhões de atendimentos por ano, o que significa que estaremos comemorando 18 milhões de atendimentos no final deste ano. Vida longa às OCAs.

* Janes Peteca é policial penal, militante digital e escritor

Por Janes Peteca/Acre News

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS