23 novembro 2022 6:11
23 novembro 2022 6:11

No Acre, Gabinete de Crise é instituído para verificar prejuízo causados pelos bloqueios em RO

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Por causa dos bloqueios da BR-364, em Rondônia, o Governo do Acre instituiu via decreto publicado hoje (23) no Diário Oficial do Estado (DOE), o “Gabinete de Crise” que terá a missão de verificar os prejuízos causados pela obstrução do acesso ao estado. O Gabinete é temporário e foi autorizado pelo governador Gladson Cameli (PP).

O dispositivo é composto por representantes de oito secretarias que vão se reunir a cada dois dias para uma avaliação. “O gabinete compete monitorar, mobilizar e coordenar as atividades dos órgãos públicos estaduais para adoção de medidas necessárias ou úteis à amenização dos agravos causados pelos eventos decorrentes da obstrução da rodovia de acesso ao Estado do Acre”, informa um dos artigos.

Entre as considerações de Cameli para criar um Gabinete de Crise, está a desabastecimento do mercado acreano, além da escassez de combustíveis, também as informações pela Associação Comercial, Industrial de Serviço e Agrícola do Acre (ACISA) de que tem havido adesão à paralisação por diversos setores, nestes incluídos o setor de transportes e por fim, o Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco (SAERB) e a Defesa Civil Municipal, que informaram que a partir do dia 28 de novembro de 2022, a capital passará a ter problemas no abastecimento de sua população, caso os produtos químicos de tratamento de água não consigam chegar a Rio Branco.

Por Wanglézio Braga/Acre News

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS