23 novembro 2022 7:36
23 novembro 2022 7:36

Nicke Koja, um músico apaixonado pela arte de ensinar

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Imagine um grupo de seres humanos talentosos, criativos, ágeis, versáteis e com muita sensibilidade. Consegue identificar? E se adicionarmos outras características como ter habilidades manuais e em pesquisa, alta percepção auditiva, perfeccionismo, e disposição para estudar e praticar bastante?

Será que existem pessoas que acumulam tantas qualidades? Sim, existe! Trata-se dos músicos, uma classe artística que trabalha com paixão, toca seus instrumentos com muita dedicação, emite sons e melodias que atingem a alma e o coração, causando variadas emoções.

Como forma de homenagear aqueles que nos celebram com os seus talentos, nesta terça-feira, 22 de novembro, é comemorado o Dia do Músico. A data é uma reverência à figura de Santa Cecília, considerada a padroeira dos músicos, conforme a tradição católica.

Nicke Koja é guitarrista, professor, produtor, arranjador e músico de estúdio. Foto: André Araújo/SEE

No Acre, existem diversos artistas que contribuem para o fortalecimento da nossa cena cultural. Citá-los, um por um, provocaria uma lista extensa, com o risco de provocar alguma ausência relevante. No entanto, existe um nome que pode exemplificar todas as características mencionadas anteriormente. Ele é o Edemilson Fereira, que possui o nome artístico de Nicke Koja.

O músico tem 52 anos, pai do Joe e das gêmeas Zuck e Isis, é natural da cidade de Cascavel (PR) e há 26 anos reside na capital acreana, trabalhando exclusivamente com música. Sua habilidade e a marca registrada é a guitarra. Com ela, Nicke Koja já participou de bandas como Encruzilhada Blues, Darkness, Appaloousa Country, The Sip of Oaska, e atualmente integra a o grupo Jamblues.

Além do ofício de guitarrista, outra área que guia a trajetória do músico é a educação musical. Assim que chegou em Rio Branco, no ano de 1996 até os dias atuais, Nicke trabalha como professor de música, seja na iniciativa privada, em projetos sociais, organizações não governamentais (ONGs) e na Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE).

Os docentes da Emac, Nicke Koja (guitarra) e Dyonnatan Costa (bateria) são integrantes da Banda Jamblues. Foto: Marcelo Dagnoni/Jamblues

Servidor público efetivo do Estado, cargo que ocupa desde 2018, Nicke Koja está lotado na Escola de Música do Acre (Emac) como docente e coordenador pedagógico, credenciado pelas suas especialidades como licenciado em Música pela Universidade Federal do Acre (Ufac), graduado em Pedagogia pela Faculdade Educacional da Lapa (Fael), pós-graduado em Artes e Musicoterapia pelo Instituto Superior de Educação Ibituruna (Iseib).

“Tenho esse cotidiano profissional com a Emac, desde o ano de 2010, quando comecei a lecionar nas aulas de violão e guitarra, como professor provisório. Paralelamente, eu investi nos meus estudos e hoje consigo contribuir de forma efetiva em diversas áreas da instituição, acompanhando o dia a dia da unidade de ensino, que possui mais de 500 alunos, e atendendo às suas demandas”, informa o coordenador.

Mesmo com múltiplas tarefas, Nicke Koja não consegue se distanciar por muito tempo da guitarra. Comumente, ele pode ser visto executando alguma tarefa no computador, como exemplo; escrevendo artigos científicos sobre música, redigindo documentos, editando áudios e vídeos e organizando apostilas, com uma guitarra do seu lado, sobre a mesa ou no seu colo.

O coordenador pedagógico da Emac elaborou as apostilas dos alunos. Foto: André Araújo/SEE

“A música é um elemento essencial em minha vida. Em tudo o que faço a música está presente, em todos os ambientes que estou. É uma paixão que herdei dos meus pais, que eram músicos amadores de moda sertaneja. Desde criança, percebi que esse era o caminho que iria trilhar. Com muitas lutas, sacrifícios, renúncias e determinação consegui tocar a minha a vida, tocando! (risos)”, afirma.

Mantendo essa mesma pegada, como dizem os guitarristas, Nicke Koja segue as suas inspirações, sendo espelho para as novas gerações de músicos, como é o caso do jovem Eclesiastes Lucas da Silva Melo, de 15 anos, morador do Bairro Castelo Branco. Todas as segundas-feiras, pelo período da tarde, ele vem para a Escola de Música do Acre estudar os seus instrumentos favoritos, que são a guitarra e o violão.

“Gosto das aulas do professor Nicke. Ele é muito divertido, atencioso e nos passa muita confiança. Quando estamos em casa, ele sempre manda vídeos e conteúdos pela internet para a gente continuar estudando e não perder o foco. Sinto que evoluí bastante nos instrumentos após ter vindo estudar aqui na Emac”, disse o aluno.

O estudante Eclesiastes Melo treinando solos no violão Foto: André Araújo/SEE

A trajetória de Nicke Koja é tão rica de história e cheia de detalhes, que acabou se materializando em um produto audiovisual, o documentário Nicke Koja 50 Anos, produzido por Pilar Zayas, Priscila Kojanski, Daniel Dias e Glauco Capper e está disponível no canal do músico no Youtube/NickeKoja

Fonte: Agência do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS