8 dezembro 2022 3:13
8 dezembro 2022 3:13

Na Copa do Mundo, Israel especula possível ataque do Irã

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O chefe da Inteligência Militar de Israel disse nesta segunda-feira (21) que o Irã estava considerando um ataque à Copa do Mundo no Catar, já que enfrenta uma pressão crescente em casa em meio a protestos anti-regime em todo o país.

Falando em uma coletiva de imprensa do Instituto de Estudos de Segurança Nacional (INSS) em Tel Aviv, o major-general Aharon Haliva disse que os protestos que varrem o Irã são “extremamente excepcionais” e se transformaram em uma “rebelião civil”.

O número de mortos, os ataques a símbolos nacionais – isso é muito preocupante para o regime, especialmente combinado com as sanções, a pressão internacional existente e a difícil situação econômica”, disse ele.

Os protestos no Irã foram desencadeados pela morte de uma jovem, Mahsa Amini, após sua prisão pela polícia moral em Teerã em setembro, e desde então se espalharam por todo o país.

Estou lhe dizendo que os iranianos agora estão pensando em atacar a Copa do Mundo no Catar também”, disse ele. “A única coisa que os impede é como os catarianos vão reagir.

O Irã está tentando preservar a instabilidade como algo constante. Em um momento em que o mundo ao redor está estável e próspero – isso é o oposto do que está acontecendo dentro do Irã”, disse Gantz, falando no início da reunião semanal de sua facção do partido Unidade Nacional no Knesset.

A Copa do Mundo provavelmente será um daqueles eventos em que tenta causar instabilidade”, acrescentou.

Usando termos do futebol quando a Copa do Mundo começou no domingo, Haliva encerrou o assunto coma seguinte declaração: “O Irã está em todo o campo, de armas nucleares a tumultos”.

Yahoo!

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS