9 dezembro 2022 3:45
9 dezembro 2022 3:45

Mulher presa por matar marido e colocar corpo em freezer se diz aliviada: ‘Me sinto livre’

Crime ocorreu em Santa Catarina, no último dia 14; saiba mais!

Por Diário da Amazônia

- Publicidade -

Uma mulher identificada como Claudia Fernandes Tavares Hoeckler, pedagoga de 40 anos, foi presa após matar o marido Valdemir Hoeckler, de 52, e esconder seu corpo dentro de um freezer em Lacerdópolis, Santa Catarina. Mesmo com a consciência de um futuro na prisão, ela disse que nunca se sentiu “tão livre”.

“Eu vou agora cumprir minha pena, vou para cadeia, mas eu nunca me senti tão livre. […] Eu sinto que minha filha está mais segura. Não vai ter ninguém impedindo da gente se ver. Sei que vou parar de apanhar, não sei explicar, mas é uma liberdade”, disse Claudia Fernandes Tavares Hoeckler, em entrevista ao Canal Beto Ribeiro, no Youtube.

Ao se entregar à polícia, Claudia afirmou que o esposo, Valdemir Hoeckler, era agressivo e a ameaçou de morte. Ela disse que deu remédio para ele dormir e o asfixiou.

Ainda segundo a suspeita, ela teve “um surto” após o marido a impedir de viajar com colegas de trabalho, a ameaçando de morte na sequência.

O caso

Valdemir estava desaparecido desde segunda-feira passada (14). Seu corpo foi encontrado na noite de sábado (19).

A esposa permitiu a busca na casa da família e se entregou às autoridades ontem. A polícia desconfiou do crime por conta das versões desencontradas dadas por Claudia e informações obtidas com vizinhos.

Além disso, ao prestar depoimento na sexta-feira (18), a pedagoga estava com hematomas e marcas de agressão no braço.

Claudia teve prisão temporária decretada, e o processo tramita em segredo de justiça.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS