9 fevereiro 2023 12:01
9 fevereiro 2023 12:01

Malafaia diz: ‘Não mandei ninguém pra frente de quartel’

Pastor respondeu a internautas que alegaram que ele chamou apoiadores do presidente Jair Bolsonaro para frente de quartéis enquanto ele estava em um resort

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

O pastor Silas Malafaia, aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL), diz que nunca pediu a apoiadores do atual presidente que fossem para a frente de quartéis se manifestar enquanto ele “descansava em um resort de luxo”. A declaração foi dada em um vídeo publicado nas redes sociais nessa segunda-feira(28/11).

Malafaia usou as redes para se manifestar depois de uma publicação do ator e humorista Gregório Duvivier viralizar no Twitter. “Como é o nome desse quartel que o Malafaia tá sentado na frente?”, questionou o artista ao compartilhar uma foto do pastor em um resort.

“Caluniadores e canalhas se reúnem, um outro canalha dizendo ‘Malafaia manda o povo ir para frente dos quartéis, diz que o país vai pegar fogo enquanto ele curte num resort de luxo’. Eu desafio alguém a provar que eu mandei alguém para porta de quartel”, dispara Malafaia. “Não mandei ninguém ir para porta de quartéis”, completa.

O pastor ainda ressaltou que no dia 20 de novembro publicou um vídeo dizendo que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o presidente da Corte, ministro Alexandre de Moraes, teriam que “responder e convencer”, senão o país iria pegar fogo. A publicação era referência ao pedido do presidente do Partido Liberal (PL), Valdemar da Costa Neto, sobre a anulação de mais de 270 mil urnas eletrônicas.

Malafaia também enfatizou que não apoia as manifestações em frente aos quartéis, mas sim em frente ao Congresso Nacional. “Eu não sou hipócrita, toda manifestação que eu falei pro povo participar eu estava lá”, enfatizou.

Correio Braziliense

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS