2 dezembro 2022 7:07
2 dezembro 2022 7:07

Jovem baleado no Santa Inês ao tentar vingar morte de amigo passa a ser monitorado por tornozeleira eletrônica

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Dos dez suspeitos conduzidos à Delegacia de Flagrantes (Defla) pela Polícia Militar na tarde de domingo, 20, quatro foram indiciados pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. O grupo foi detido durante uma operação policial no bairro Santa Inês, região do 2º Distrito de Rio Branco.

Durante a ação, foram apreendidas quatro armas, entre elas, uma pistola, além munições e dinheiro. Dos quatro encaminhados à audiência de custódia, João Felipe Carvalho de Mendonça, que foi baleado de raspão no pescoço por rivais, e Lucas Wanderley da Cunha serão monitorados por tornozeleira eletrônica.

Armas apreendidas

Thiago Salvino Gonçalves teve a prisão preventiva decretada. Na mesma decisão a juíza decidiu relaxar o flagrante de Ailton Borges. De acordo com a magistrada, a residência do então acusado foi invadida sem ordem judicial ou situação de flagrante.

João Felipe teria sido baleado de raspão no pescoço no fim da manhã de domingo ao tentar vingar a morte de um amigo no bairro Santa Inês. Ele chegou a ser socorrido pelo SAMU, mas, ao receber alta do Pronto-Socorro, ele foi encaminhado à Defla.

Acre News

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS