9 fevereiro 2023 12:49
9 fevereiro 2023 12:49

Jovem atingida em Aracruz (ES) passa de estado grave para muito grave

A adolescente tem 14 anos e está internada na UTI do pronto-socorro do HINSG Dra. Milena Gotardi

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Uma das vítimas internadas do tiroteio de Aracruz (ES) evoluiu de estado grave para muito grave nesta segunda-feira (28). Ela tem 14 anos e está internada na UTI do pronto-socorro do HINSG Dra. Milena Gotardi.

Ao todo, quatro pessoas já morreram vítimas do ataque da última sexta (25) feitos por um ex-aluno de 16 anos, transferido em junho da escola estadual e filho de um policial militar. Materiais com a suástica, símbolo nazista, foram recolhidos em sua casa.

No Hospital Estadual Nossa Senhora de Glória, um garoto de 11 anos evoluiu para o estado estável e agora está na unidade semi-intensiva. Já no Hospital Estadual de Urgência e Emergência São Lucas uma mulher de 58 está estável e aguarda para ser submetida a uma nova cirurgia.

Em outra unidade, no Hospital Estadual Doutor Jayme dos Santos Neves, duas mulheres, de 52 e 45 anos, estão na UTI em estado grave. As informações são do governo do estado do Espírito Santo.

A boa notícia é que duas mulheres que estavam internadas na Fundação Hospital Maternidade São Camilo tiveram alta nesta segunda-feira. Assim, ao todo, cinco pessoas permanecem internadas.

Os ataques foram registrados nas escolas Primo Bitti, pública, e Centro Educacional Praia de Coqueiral, próximas uma da outra, no município de 104 mil habitantes no interior capixaba.

A ação começou pela escola pública, onde duas pessoas morreram e outras nove foram atingidas por disparos, de acordo com o secretário da Segurança Pública e da Defesa Social do Espírito Santo, Marcio Celante.

O atirador entrou no local por volta das 9h, após arrombar um cadeado. A ação ocorreu dentro da sala dos professores. Depois do ataque inicial, ele se deslocou de carro para o Centro Educacional Praia de Coqueiral, que é particular e fica na mesma avenida, a cerca de um quilômetro de distância.

POR FOLHAPRESS

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS