6 dezembro 2022 11:30
6 dezembro 2022 11:30

Instituição judaica repudia post de Regina Duarte com alusão a prática nazista

A atriz vem divulgando conteúdo com mensagens antidemocráticas em suas redes

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Mais do que polêmica, a postagem com alusão a prática nazista publicada por Regina Duarte em sua conta no Instagram no domingo (13) causou revolta e indignação. A repercussão negativa foi tanta que a atriz, que vem divulgando conteúdo com mensagens antidemocráticas em suas redes, apagou o post.

A imagem compartilhada dizia: “Atenção petistas, coloquem esse adesivo na porta do seu negócio. Mostre que você tem orgulho de quem elegeu”, ao lado de uma imagem da logo do Partido dos Trabalhadores.

Para o Instituto Brasil-Israel (IBI), os pedidos de “marcação” de estabelecimentos de eleitores do PT são preocupantes, mais ainda quando partem de celebridades com poder de influência em um grande número de pessoas. “A proposta de uma narrativa onde os elementos a serem boicotados participam de um grupo monolítico e que fazem parte de um projeto único, degenerado, subversivo e que, portanto, devem ser coletivamente punidos, é perigosa”, afirma o grupo.

Advogado e conselheiro do IBI, Ricardo Brajterman considera “abjeta e repugnante” a atitude de Regina. “Esta senhora abandonou a poesia e a arte para se filiar a práticas nazistas da segregação, preconceito, perseguição e aniquilação de seres humanos”, diz ele ao F5.

Brajterman vai além: “Estivesse ela na Alemanha dos anos 30, têm alguma dúvida de que lado estaria? Toda emulação do nazismo nos agride, a nós judeus, porque traz o nazismo e suas práticas para uma posição de normalização que nós temos a obrigação de combater.”

(FOLHAPRESS) 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS