8 dezembro 2022 5:05
8 dezembro 2022 5:05

Homem mais rico do mundo, Elon Musk já perdeu US$ 100 bilhões em 2022

Em novembro de 2021, a fortuna de Musk era de US$ 340 bilhões e agora está em US$ 170 bilhões. Embora esteja envolvido numa crise com o Twitter, a fabricante Tesla é a grande responsável por deixar o sul-africano 'mais pobre'.

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Dono da Tesla, da SpaceX e agora do Twitter, Elon Musk está US$ 100,5 bilhões “mais pobre”, a queda mais expressiva já registrada pela Bloomberg Billionaires Index, ranking que reúne as pessoas mais ricas do planeta.

Ontem (21), Musk viu seu patrimônio líquido despencar US$ 8,6 bilhões e, apesar da forte queda, ele ainda figura na lista como a pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna de US$ 170 bilhões. Esse número era de US$ 340 bilhões em novembro de 2021, quando atingiu o auge.

Atrás dele estão Bernard Arnault (US$ 157 bilhões) e Gautam Adani (US$ 130 bilhões), Jeff Bezos (US$ 116 bilhões) e Bill Gates (US$ 113 bilhões), respectivamente.

Adquirido pelo bilionário em outubro passado por US$ 44 bilhões, o Twitter não é o responsável por deixar Musk mais pobre e sim a Tesla, que viu suas ações despencarem.

Ontem, as ações da fabricante de carros elétricos caíram 6,8% (para US$ 167,87) na bolsa de Nova York, o que representa a menor cotação desde novembro de 2020. Segundo a Bloomberg, as ações da empresa já caíram 52% em 2022.

A desaceleração econômica e o aumento de taxas de juros explicam o cenário negativo.

Além disso, investidores estão preocupados com o desempenho da Tesla no mercado chinês, que é importante para a empresa, e que vem preocupando devido às restrições relacionadas à pandemia de Covid.

Por g1

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS