25 novembro 2022 3:46
25 novembro 2022 3:46

Homem é condenado na África do Sul por mais de 90 abusos, sobretudo de crianças

Nkosinathi Phakathi, de 38 anos, cometeu os crimes entre 2012 e 2021, antes de ser detido pela polícia de Ekurhuleni

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Um tribunal da África do Sul condenou um homem, nesta terça-feira (8), acusado de mais de 90 estupros, sobretudo de crianças, um caso que chocou o país.

O tribunal de Palm Ridge, perto de Johannesburgo, condenou Nkosinathi Phakathi, de 38 anos, por visar alunas e forçar crianças a vê-lo cometer estupros durante nove anos, entre 2012 e 2021.

Homem foi condenado pela Justiça da África do Sul
Reprodução Twitter/Mfundi Mkhulisi

“Ele pegava suas vítimas quando elas iam ou voltavam da escola ou do trabalho, de manhã ou à noite […]”, detalhou a porta-voz da Promotoria (NPA), Lumka Mahanjana, em um comunicado.

“Ele fingia ser um eletricista que foi consertar um aquecedor de água, ou outros eletrodomésticos, e as estuprava […]. Em alguns casos, quando ele estuprava várias pessoas no mesmo local, obrigava a outra pessoa a assistir”, acrescentou.

A maioria das vítimas eram crianças em idade escolar — a mais nova tinha 9 anos e a pessoa mais velha, 44, de acordo com a Promotoria.

Phakathi cometeu crimes em Ekurhuleni e na periferia da cidade, no leste de Johannesburgo, entre 2012 e 2021. Ele foi preso em março do ano passado, depois de tentar voltar à casa de uma das vítimas, relatou a Promotoria. A polícia atirou em uma perna do abusador, que depois foi amputada.

R7 Notícias

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS