23 novembro 2022 6:48
23 novembro 2022 6:48

Holanda marca duas vezes no fim e bate Senegal na estreia da Copa

Em um jogo muito equilibrado do início ao fim, Gakpo e Klaassen marcaram na reta final e asseguraram a vitória dos holandeses no Mundial do Catar

Por Redação Ecos da Notícia

- Publicidade -

Os tambores não pararam um segundo no Estádio Al Thumama, em Doha. O som ritmado e a alegria nas arquibancadas embalaram Senegal em uma noite quase perfeita nesta segunda-feira (21/11). Quase. Em um jogo equilibrado desde o início, a seleção africana sucumbiu no fim. As falhas do goleiro Mendy e da defesa resultaram na vitória da poderosa Holanda por 2 a 0, pela primeira rodada do Grupo A da Copa do Mundo do Catar.

Em uma noite com temperaturas amenas na capital Doha, as seleções favoritas da chave travaram um confronto bastante parelho. Quando o empate parecia o resultado final, De Jong fez um bonito cruzamento para Gapko aproveitar uma saída ruim do goleiro do Chelsea e testar para as redes, aos 38 minutos do segundo tempo. Aos 53, Klaassen pegou rebote de Mendy e deu números finais à partida.
Ao fim da rodada inicial, Equador e Holanda dividem a liderança, com três pontos e dois gols de saldo. Senegal e Catar não pontuaram e têm menos dois gols de saldo.
As quatro seleções voltam a campo na sexta-feira (25). Às 10h, Catar e Senegal se enfrentam no mesmo Al Thumama. Mais tarde, a bola rola para o confronto entre Holanda e Equador, no Estádio Internacional Khalifa.

O jogo

Senegal escolheu não temer a Holanda e fez um jogo bem ousado. Ofensivamente, criou boas chances em contragolpes e, defensivamente, cedeu oportunidades, mas não passou sufoco no primeiro tempo.

A possibilidade mais clara de gol da etapa inicial foi dos europeus. Beghuis deixou Janssen cara a cara com o goleiro Mendy. O atacante holandês tentou dois dribles, não finalizou e acabou desarmado pela defesa, que chegou para cortar.

A Seleção Senegalesa, então, partiu para cima – e deixou espaços lá atrás. Em um contra-ataque, Depay chutou colocado e exigiu grande defesa de Mendy. No rebote, Klaassen apareceu livre, empurrou para as redes e deu números finais ao duelo.

Senegal 0 x 2 Holanda

Senegal

Édouard Mendy; Youssouf Sabaly, Kalidou Koulibaly, Pape Abou Cissé e Abdou Diallo (Ismail Jakobs); Cheikhou Kouyaté (Pape Gueye), Nampalys Mendy,Krépin Diatta (Nicolas Jackson), Idrissa Gueye e Ismaila Sarr; Boulaye Dia (Bamba Dieng). Técnico: Aliou Cissé.

Holanda

Andries Noppert; Matthijs de Ligt, Virgil van Dijk e Nathan Aké; Denzel Dumfries, Steven Berghuis (Teun Koopmeiners), Frenkie de Jong e Daley Blind; Cody Gakpo (Marten de Roon), Vincent Janssen (Memphis Depay) e Steve Bergwijn (Davy Klaassen). Técnico: Louis van Gaal.

O ritmo do segundo tempo continuou parecido, mas com os sistemas de marcação ainda mais dominantes e um aumento nas divididas mais duras. As estatísticas mostravam o equilíbrio do duelo, cujo posse de bola foi dividida quase igualmente.

Senegal até chegou a criar oportunidades melhores, mas parou no goleiro Noppert e na falta de pontaria dos atacantes – o melhor deles, Mané, está fora da Copa por conta de uma lesão. Outra má notícia foi a saída do importante Kouyaté, que deixou o gramado com dores.

O empate persistiu até os 38 minutos do segundo tempo. Foi quando De Jong encontrou Gapko na área. O meio-campista subiu e, de cabeça, se antecipou ao goleiro Mendy.

Estádio: Al Thumama, em Doha (Catar)
Público: 41.721 torcedores
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Brasil)
Assistentes: Bruno Boschilia (Brasil) e Bruno Raphael Pires (Brasil)
Cartões amarelos: Idrissa Gueye (SEN); Matthijs de Ligt (HOL)

Gols: Cody Gakpo (HOL) e Davy Klaassen (HOL), aos 39′ e 49′ do segundo tempo

Veja vídeos e fotos aqui

 Estado de Minas
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS