23 novembro 2022 5:48
23 novembro 2022 5:48

Fome: Criança liga para a polícia e pede ajuda para ter o que comer

Por Uol Notícias

- Publicidade -

Uma criança de 10 anos ligou para a Polícia Militar para pedir ajuda, porque estava com fome. O caso ocorreu em Sete Lagoas, a 50 km de Belo Horizonte. Segundo o programa Fala Brasil, da TV Record, o menino telefonou para o número de emergência da polícia depois que percebeu que não tinha mais comida em casa.

“A gente tava sem nada para comer porque o último arroz que tinha, tinha só um ‘tiquinho’. Aí nós comemos só arroz puro. Agora, não tem nada pra comer hoje, de noite, nem amanhã de manhã”, disse ele em vídeo enviado à TV.

O policial militar Ricardo Araújo disse que, ao receber a ligação, a corporação acionou a Assistência Social para auxiliar no caso.

Através desse relato desse jovem fizemos um contato com a Assistência Social da Prefeitura Municipal e conseguimos cestas básicas para entregar para essa família”, disse ele. “A princípio são dez crianças, três adultos e uma senhora com mais ou menos 70 anos de idade, cadeirante.”

Ainda de acordo com a TV, a Polícia Militar fez uma “vaquinha” para arrecadar dinheiro para comprar mantimentos para a família e, com o valor, conseguiram levar biscoitos e leite.

A Secretaria de Assistência Social ainda deve enviar uma equipe para avaliar a situação dos moradores.

Em setembro, a segunda etapa do Inquérito Nacional sobre Segurança Alimentar no Contexto da Pandemia (Vigisan), mostrou que 37,8% das famílias brasileiras com crianças com menos de dez anos passam fome ou têm alimentação insuficiente.

Diante do cenário, o número de casos de desnutrição de menores atendidos na atenção básica saltou de forma exponencial. Até setembro, foram registrados 977 mil diagnósticos, segundo dados do Sisab (Sistema de Informação da Saúde da Atenção Básica), do Ministério da Saúde.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ÚLTIMAS